Células Combustiveis

2329 palavras 10 páginas
UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE – UNIVILLE
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA

CÉLULAS COMBUSTÍVEIS

Joinville – SC
2013

INTRODUÇÃO

A matriz energética global deve ser revista, pois como se sabe é embasada em grande parte nas fontes não renováveis, sob tal perspectiva, urge o implemento de novas tecnologias para geração de energia elétrica, já que esta é uma das formas energéticas mais consumida industrial e domiciliarmente.
As células combustíveis, bem como a energia nuclear, eólica, solar, maremotriz, e etc., caracterizam-se como as novas fontes a serem exploradas e implementadas. As células combustíveis, ainda são sistemas de pequeno e médio porte, mas que demonstraram grande eficiência e nicho energético, pois podem utilizar como combustível o elemento mais abundante do universo, o hidrogênio.
O presente trabalho tem por objetivo geral descrever o funcionamento, os tipos e as aplicações das células combustíveis, bem como os princípios termodinâmicos que regem esta fonte energética.

2 Revisão de Literatura

2.1 Células eletroquímicas

As células a combustível são sistemas eletroquímicos, onde ocorre a conversão da energia química de diversos combustíveis diretamente em energia elétrica. Constituem-se como uma forma de energia limpa e eficiente, pois podem utilizar como combustíveis componentes abundantes na natureza, como o oxigênio e o hidrogênio (FERREIRA, 2010). A figura 01 traz um sistema simplificado de uma
célula

Relacionados

  • Gestão - celulas autogeridas
    4221 palavras | 17 páginas
  • Formação de combustíveis fósseis
    2728 palavras | 11 páginas
  • Trabalho de Célula Combustível
    929 palavras | 4 páginas
  • Célula animal e Célula vegetal
    1361 palavras | 6 páginas
  • Células Tronco
    2124 palavras | 9 páginas
  • celula
    1994 palavras | 9 páginas
  • células
    265 palavras | 2 páginas
  • Células a Combustivel Microbiano
    2721 palavras | 11 páginas
  • Célula vegetal
    1119 palavras | 5 páginas
  • celula vegatal
    3778 palavras | 16 páginas