CONCEPÇÕES DE GEOGRAFIA E DE GEOGRAFIA ESCOLAR NO MUNDO CONTEMPORÂNEA

996 palavras 4 páginas
RESUMO:
 ENTENDE-SE A GLOBALIZAÇÃO COMO UM FENÔMENO DE ELIMINAÇÃO DE FRONTEIRAS ENTRE OS PAÍSES DE TODO MUNDO, QUE AFETA MÚLTIPLOS CAMPOS: CULTURAL, TECNOLÓGICOS, SOCIAL, ECONÔMICO ETC.
 A EXPERIÊNCIA DA GLOBALIZAÇÃO ACENTUA DOIS FENÔMENOS PARADOXAIS: DE UM LADO, A HOMOGENEIZAÇÃO DOS ESPAÇOS E DA SOCIEDADE; DE OUTRO, A AMPLIAÇÃO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS COM EXCLUSÃO SOCIAL, DESIGUALDADES SOCIOECONÔMICAS, A VIOLÊNCIA, A FRAGMENTAÇÃO TERRITORIAL, O DESEMPREGO, A CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL.
 COM A TECNOLOGIA HÁ IMPOSIÇÃO DE ESTILOS DE VIDA INETRNACIONAIS, GLOBAIS, AO CONSUMO DE PRODUTOS DE UM MERCADO INTERNACIONAL.
 A EXPERIÊNCIA COM A DIVERSIDADE DE CULTURAS ENRIQUECE A VIDA COTIDIANA NAS CIDADES, TORNANDO-AS LUGARES DE
…exibir mais conteúdo…
DE QUE MODO ELE AFETA ESSE ENSINO? AS MUDANÇAS NA GEOGRAFIA ACADÊMICA, NA PESQUISA CIENTÍFICA DE CONTEÚDOS GEOGRAFICOS ESPECÍFICOS, ACARRETAM ALTERAÇÕES DIRETAS NOS CONTEÚDOS ESCOLARES? QUAIS AS BASES TEÓRICO-METODOLÓGICAS DA GEOGRAFIA ESCOLAR? O QUE FUNDAMENTA A CONSTRUÇÃO DO DISCURSO GEOGRÁFICO NA SALA DE AULA?
 A GEOGRAFIA BRASILEIRA, SEJA A ACADÊMICA, SEJA A ESCOLAR, INSTITUCIONALIZOU-SE NO INÍCIO DO SÉCULO XX,
 EM SUA HISTÓRIA RECENTE, PRINCIPALMENTE A PARTIR DE 1980, DESTACA-SE O DENOMINADO “MOVIMENTO DE RENOVAÇÃO DE GEOGRAFIA”
 NO CONJUNTO, O MOVIMENTO BUSCAVA DENUNCIAR A FALSA NEUTRALIDADE E A FALSA “INICÊNCIA” DO PENSAMENTO GEOGRÁFICO OFICIAL, O CARATER UTILITÁRIO DA GEOGRAFIA, SEU CARÁTER IDEOLÓGICO VINCULADO AO ESTADO, E TINHA COMO “BANDEIRA DE LUTA” ROMPER COM ESSE PENSAMENTO POR MEIO DE UMA REFORMULAÇÃO TEÓRICA
 COM A CONTRIBUIÇÃO DOS PENSADORES, BUSCOU-SE AVANÇAR NUMA NOVA COMPREENSÃO DO ESPAÇO, DE SUA RELAÇÃO DIALÉTICA COM A SOCIEDADE.
 DESTACA-SE A PLURALIDADE NO DISCURSO GEOGRÁFICO JÁ EXISTENTE DESDE OS ANOS DE 1990
 NO ÂMBITO DA GEOGRAFIA ESCOLAR, AINDA QUE SE RECONHEÇA QUE AÍ TAMBÉM NÃO HAVIA, DESDE O INÍCIO DESSA RENOVAÇÃO, UMA UNIDADE NA GEOGRAFIA CRÍTICA, HAVIA, PELO MENOS, DENÚNCIAS COMUNS, QUE EXPRESSAVAM UM DESCONTEMTAMENTO QUANTO AOS RUMOS QUE TOMAVAM AS PRÁTICAS DE SEU ENSINO.
 A GEOGRAFIA COMO ERA ENSINADA NÃO ATRAÍA OS ALUNOS; NÃO HAVIA UMA CONSCIÊNCIA DA IMPORTÂNCIA DOS

Relacionados

  • Plano de aula de historia e geografia
    5802 palavras | 24 páginas
  • O campo e cidade e o ensino de geografia
    3336 palavras | 14 páginas
  • Geografia e Poesia em sala de aula
    5431 palavras | 22 páginas
  • Abordagem conceitual de região: a relação entre o Estado e a Geografia escolar.
    1287 palavras | 6 páginas
  • GOMES, Paulo Cesar Costa. Geografia fim-de-siècle: O discurso sobre a ordem espacial do mundo e o fim das ilusões.
    826 palavras | 4 páginas
  • GEOGRAFIA E LITERATURA: O CORDEL
    2104 palavras | 9 páginas
  • Fichamento do texto ”Geografia fin-de-siècle: o discurso sobre a ordem espacial do mundo e o fim das ilusões”
    1319 palavras | 6 páginas
  • Friedrich Ratzel (Geografia Política, de 1887) - Camille Valoux (O solo e o Estado, de 1919)
    1084 palavras | 5 páginas
  • Trabalho de historia, geografia e artes
    2376 palavras | 10 páginas