CRF 1 e 2 - Analise experimental do comportamento

960 palavras 4 páginas
RESUMO

Segundo á orientação dos professores de Analise Experimental do Comportamento e juntamente com o livro “Princípios Básicos de Análise do Comportamento” de Marcio Borges Moreira e Carlos Augusto Medeiros, consegue-se analisar o Comportamento do Sujeito (Rato) de número 7 no qual passou pelos seguintes passos: Nível Operante, Modelagem, CRF I e CRF II. O experimento foi inicialmente realizado por Sidman em 1971. A partir daí baseando-se nos conceitos do mesmo, realiza-se esse experimento na Universidade Presbiteriana Mackenzie, com objetivo de estabelecer treino, controle e influência sobre o sujeito através do estimulo e resposta. Assim conseguiu-se obter um resultado viável significativo e positivo para o estudo de respostas e
…exibir mais conteúdo…
Em cima da bancada, para cada trio, havia uma caixa de Skinner, feita de acrílico e metal, onde o rato de cada grupo ficava durante todo o experimento. A luz do laboratório deveria ficar sempre apagada. Foi utilizado um relatório e uma caneta para que fosse possível fazer as anotações. Cada aluno deveria usar calça comprida e um jaleco branco. Os encontros aconteciam uma vez por semana, na sexta-feira, às 13h. Procedimento

Com o sujeito em estado de privação e na caixa de Skinner, houve três etapas para a realização do experimento. A primeira, chamado de nível operante, é a forma com que o sujeito age sobre o ambiente antes de qualquer intervenção, ou seja, analisou-se o comportamento do sujeito diante à caixa de Skinner e foram observadas diversas reações, como: cheirar a barra, levantar-se, limpar-se, tocar a barra e apertar à barra. Totalizou 20 minutos de duração. Após esse tempo, realizou-se o treino ao bebedouro, etapa em que foi liberada uma pequena quantia de água através da pressão do botão presente do lado externo da caixa e cada vez que o sujeito se distanciava cerca de 5cm do bebedouro, liberava-se água novamente. Tal processo foi realizado por cerca de 3 vezes e deu-se por finalizado assim que o rato associou o som do bebedouro à presença de água. Assim, cada vez que o sujeito se aproximava da barra ou a cheirava, seu comportamento era reforçado com a água. Após 30 minutos, somente o comportamento de apertar a barra era reforçado,

Relacionados

  • RELATORIO ANALISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO
    1992 palavras | 8 páginas
  • Relatório de análise experimental do comportamento
    3970 palavras | 16 páginas
  • Capitulo 1 e 2 a revolução dos bichos
    1134 palavras | 5 páginas
  • Psicopatologia e analise do comportamento
    1235 palavras | 5 páginas
  • Relatório de Análise Experimental do Comportamento
    2690 palavras | 11 páginas
  • Análise Experimental do Comportamento
    6006 palavras | 24 páginas
  • Equações do 1° e 2° grau
    5687 palavras | 23 páginas
  • Extinção (analise experimental do comportamento)
    1378 palavras | 6 páginas
  • Introdução a análise experimental do comportamento
    17345 palavras | 70 páginas