Cabanagem,Malês,Sabinada,Farroupilha

1846 palavras 8 páginas
#Cabanagem
Introdução
A Cabanagem foi uma revolta popular que aconteceu entre os anos de 1835 e 1840 na província do Grão-Pará (região norte do Brasil, atual estado do Pará). Recebeu este nome, pois grande parte dos revoltosos era formada por pessoas pobres que moravam em cabanas nas beiras dos rios da região. Estas pessoas eram chamadas de cabanos.
Contexto histórico
No início do Período Regencial, a situação da população pobre do Grão-Pará era péssima. Mestiços e índios viviam na miséria total. Sem trabalho e sem condições adequadas de vida, os cabanos sofriam em suas pobres cabanas às margens dos rios. Esta situação provocou o sentimento de abandono com relação ao governo central e ao mesmo tempo muita revolta.
Os comerciantes e
…exibir mais conteúdo…
Editora: Brasiliense Temas: História do Brasil
- A Balaiada - 1839 Autor: Otávio, Rodrigo Editora: Siciliano Temas: História do Brasil

#Malês
Introdução
A Revolta dos Malês foi um movimento que ocorreu na cidade de Salvador (província daBahia) entre os dias 25 e 27 de janeiro de 1835. Os principais personagens desta revolta foram os negros islâmicos que exerciam atividades livres, conhecidos como negros de ganho (alfaiates, pequenos comerciantes, artesãos e carpinteiros). Apesar de livres, sofriam muita discriminação por serem negros e seguidores do islamismo. Em função destas condições, encontravam muitas dificuldades para ascender socialmente.
Causas e objetivos da revolta
Os revoltosos, cerca de 1500, estavam muito insatisfeitos com a escravidão africana, a imposição do catolicismo e com a preconceito contra os negros. Portanto, tinham como objetivo principal à libertação dos escravos. Queriam também acabar com o catolicismo (religião imposta aos africanos desde o momento em que chegavam ao Brasil), o confisco dos bens dos brancos e mulatos e a implantação de uma república islâmica.
Desenvolvimento da revolta
De acordo com o plano, os revoltosos sairiam do bairro de Vitória (Salvador) e se reuniriam com outros malês vindos de outras regiões da cidade. Invadiriam os engenhos de açúcar e libertariam os escravos. Arrecadaram dinheiro e compraram armas para os combates. O plano do

Relacionados

  • eng.civil
    2149 palavras | 9 páginas
  • Os caminhos da política imperial brasileira: Da Regência à proclamação da República.
    2046 palavras | 9 páginas
  • Período Regencial: o difícil período de estabilização da independência
    826 palavras | 4 páginas
  • Primeiro Reinado e Regencia
    13693 palavras | 55 páginas
  • um príncipe em leilão
    4771 palavras | 20 páginas
  • Cronologia histórica do Brasil
    4549 palavras | 19 páginas
  • Prova PAS II 1
    7540 palavras | 31 páginas
  • Historia afro brasileira
    10356 palavras | 42 páginas
  • 369528 F0cbc6f8cee140cdaa23617c92eab3af
    11527 palavras | 47 páginas