Case casas bahia

5322 palavras 22 páginas
Introdução

As Casas Bahia está presente no mercado brasileiro desde a década de 50 e vem crescendo cada vez mais, focando principalmente os brasileiros de menor renda, mas não esquecendo também das classes A e B que são atraídos pela grande variedade de produtos. Usa como estratégia a expansão do maior número de lojas possível no território nacional estando presente em oito estados. Tem vários centros de distribuição no país para dar conta da promessa de entrega de mercadorias aos clientes no prazo de 48 horas, assim como, a facilidade de pagamento e taxas menores em relação aos concorrentes, que é possível graças ao seu capital próprio, mas ficam muito atentos a oscilação da taxa de desemprego que afeta diretamente na taxa de
…exibir mais conteúdo…
Rotineiramente, a Casas Bahia faz promoções semanais e quinzenais e oferece preços baixos e facilidade na concessão de crédito. Em 2003, a empresa emitiu 12,5 milhões de carnês com seu sistema de crediário próprio. Isso aumenta a freqüência à loja e a fidelização do cliente, que atinge um índice de 70%, número considerado alto para o varejo. Recentemente, a rede inovou seu sistema de cobrança:

O cliente recebe uma ligação telefônica que o convida a visitar a Casas Bahia. Não há cobrança explícita nem anúncio de promoções. Trata-se apenas de um lembrete que gera resultado: a empresa detectou que boa parte dos atrasos em pagamento de prestações se deve ao esquecimento do cliente (sua taxa média de inadimplência tem ficado em torno de 8.5%, ligeiramente superior à do mercado, que fica em torno de 7%). É interessante notar que na concessão de crédito para compra de itens de primeira necessidade, como fogão e geladeira, há maior flexibilidade do que para a compra de itens considerados supérfluos, como aparelhos celulares.

A empresa firmou parceria com o Banco Popular (do Banco do Brasil) para a abertura de quiosques do banco em algumas de suas lojas. Essa parceria se diferencia de outras feitas entre redes varejistas e bancos, como a do Banco Itaú com o Pão de Açúcar. Isso porque a Casas Bahia pretende manter o controle de seu sistema de crediário. Para o banco a iniciativa é considerada

Relacionados

  • Resumo Case Casas Bahia
    1157 palavras | 5 páginas
  • Cacau show
    5710 palavras | 23 páginas
  • olinda
    6219 palavras | 25 páginas
  • Estratégia - case magazine luiza
    467 palavras | 2 páginas
  • casas bahia - Evolução
    5029 palavras | 21 páginas
  • Case de sucesso empreendedorismo
    4288 palavras | 18 páginas
  • Estudo de caso Atacadista Martins
    982 palavras | 4 páginas
  • estudo de caso chilli beans
    1383 palavras | 6 páginas
  • Habibs
    1604 palavras | 7 páginas