Cervo, amado e bueno, clodoaldo. história da política exterior do brasil.

1948 palavras 8 páginas
CERVO, Amado e BUENO, Clodoaldo. História da Política Exterior do Brasil. Brasíla : UnB, 2002.

Capítulos para fichamento:

- "O controle do Prata";

Entre 1822 e 1889 ,a política brasileira para os países da bacia do Prata passou pelas seguintes fases: a) tentativa de cooperação e entendimento para defesa das independências (1822-1824); b) guerra da Cisplatina(1825-1828); c) política de neutralidade (1828 -1843); d) passagem da neutralidade á intervenção (1844- 1852) ; e) presença brasileira ativa (1851- 1864); f) retorno política intervencionista (1864 -1876); g) retraimento vigilante (1877- 1889). Pag. 109 Com efeito, entre 1840 e 18484, a Europa entrava em crise sofre do efeito de novo ela revolucionário, que culminou em 1848;
…exibir mais conteúdo…
A batalha de Monte Caseros ( 3 de fevereiro de 185lutou , 2) foi grandiosa pelo numero de homens engajados (cerca de 50 mil) e pelo seu significado histórico: a derrota de Rosas , que já nem lutou , sua retirada para a Inglaterra , a derrota de uma política inglesa para o Prata e a ascensão do Brasil como nova potencia regional , temporariamente hegemônica. Pag. 116.
Coordenando uma ação diplomática intensa com as finanças e o comercio, exercia o Estado brasileiro sua hegemonia, obtendo ganhos sem ter de fazer a guerra, á sombra de sua força , cuja emprego estava, reservado somente a soluções de ultima instancia. Pag. 116.
Finalidades econômicas. (...) Não foi, entretanto, o Brasil a reboque dessas potencias, com a finalidade de abrir pela força a economia paraguaia ao liberalismo internacional. Tal abertura já Haia sido empreendida pelos López, ante o fracasso do sistema autárquico, e estava em pleno andamento , interessando muito mais ao capitalismo internacional a paz do que a guerra. Pag. 117.
Finalidades estratégicas e de segurança. (...) Nos objetivos de segurança não figurava a expansão territorial, incompatível com a preservação da independência e integridade dos Estados , uma variável central da geopolítica brasileira.Pag. 118
Entende – se (...) mesmo que a força fosse empregada para manter – ló, como ocorreu em 1854 e 1864. Assegurou - se no período a ação de Mauá, a exploração brasileira das pastagens uruguaias, o controle das finanças publicas uruguaias

Relacionados

  • Política exterior e relações internacionais do Brasil: enfoque paradigmático
    9779 palavras | 40 páginas
  • A CRISE DOS ANOS 60 E AS REFORMAS INSTITUCIONAIS NO PAEG – 1962/67
    1679 palavras | 7 páginas
  • Resumo primeira parte do resumo do livro história da política exterior do brasil
    8661 palavras | 35 páginas
  • Preparação do Guilherme Raicoski para o CACD
    11080 palavras | 45 páginas
  • Influencia norte da cultura norte americana
    12814 palavras | 52 páginas