Ceteb curso 117 – educar na diversidade – a inclusão do

6747 palavras 27 páginas
Matrícula GO/10T0613
Curso: 117 – Educar na diversidade – a inclusão do aluno no contexto escolar
Nome:

PROVOCAÇÃO
- “Para Sara, Raquel, Lia e para todas as crianças”.

O que você pensa disso?
01 – Você considera que nossas escolas vêm cumprindo sua obrigação de ensinar?
Não, no sentido como Drummond coloca em sua poesia, essa escola envolvente em que o aluno vá por vontade própria, onde o envolvimento e a construção do conhecimento são feitos de forma que o aluno realmente entenda as fórmulas e eventos e que não seja refém dos livros didáticos e da decoração, o que infelizmente, muitas vezes prevalece.

02 – Como atender a oração de Drummond? Só pedindo a DEUS?
A fé é um fator muito importante, mas é necessário maior
…exibir mais conteúdo…
O texto apresenta importantes aspectos da evolução da educação para se chegar à escola inclusiva em quatro estágios, o da exclusão, o da segregação, o da integração e o da inclusão, desde o momento da fase de exclusão, anterior ao século XX, onde as pessoas especiais eram consideradas indignas para receberem educação escolar, passando pelo início do século passado, onde começou-se a atender esta parcela da sociedade através de classes de alfabetização, que constitui a fase de segregação, o que motivou protestos dos pais destes alunos nas décadas de 50 e 60, o que fez surgir escolas especiais, o que originou dois subsistemas educacionais, o sistema comum e a educação especial. A terceira fase, a de integração surgiu a partir dos anos 70, com a aceitação das crianças especiais nas escolas comuns, mas visava-se adaptar o aluno especial à escola, e eram considerados integrados os que conseguiam acompanhar os outros estudantes, excluindo os que não conseguiam. A quarta fase, a da inclusão, surgiu nos meados da década de 80 e foi aprimorado nos anos 90, nesse momento prevalece a ideia de a escola se adaptar às necessidades do aluno, onde a diferença não é vista como defeito, mas como atributo importante para a convivência entre os alunos e que possibilite aprimorar a diversidade escolar e as relações no interior da escola, o que promove o enriquecimento de todos e respeitando as individualidades. Para se atingir esta escola ideal, inclusiva

Relacionados