Cinemática do trauma

2994 palavras 12 páginas
CINEMÁTICA DO TRAUMA

A cinemática do trauma e/ou biomecânica do trauma estuda a transferência de energia de uma fonte externa para o corpo da vítima. Permitindo ao profissional de enfermagem, em particular, priorizar o atendimento conforme a gravidade do evento. Conforme o mecanismo de lesão é possível predizer que tipo de lesões e gravidade aos quais a vitima de trauma está exposta e, assim, tratá-la de forma mais específica e rápida, minimizando possíveis sequelas do acidente e evitando um segundo trauma. O entendimento do mecanismo de lesão reduz a possibilidade do não reconhecimento uma lesão grave e permite que seja desenvolvida tecnologia de proteção. Para possibilitar esse estudo, é necessário que o socorrista conheça algumas
…exibir mais conteúdo…
O crânio é suficientemente forte para absorver os impactos sofridos. Entretanto, sendo a coluna cervical muito mais flexível, não tolera grandes pressões de impacto sem sofrer angulações ou compressões. Movimentos de hiperextensão ou hiperflexão do pescoço levam a angulações importantes, podendo resultar em fraturas ou deslocamentos das vértebras. As compressões com as vértebras alinhadas podem resultar em esmagamento de corpos vertebrais. Todas estas lesões podem desestabilizar a coluna, permitindo a colisão dessas estruturas com a medula espinhal, causando lesões irreversíveis. Em impactos laterais, a cabeça se aproxima do ponto de impacto em relação ao eixo lateral e anteroposterior (devido à rotação). Esses movimentos levam à separação dos corpos vertebrais do lado oposto ao impacto, rompendo ligamentos e, à compressão do lado do impacto, resultando em fraturas.
Já os impactos na região do tórax atingem inicialmente o esterno. Ele absorve grande parte da energia e para abruptamente. No entanto, a parede posterior do tórax e os órgãos na cavidade torácica continuam a se mover para a frente. O coração e a aorta ascendente são relativamente “soltos” na cavidade torácica, mas a aorta descendente é firmemente fixada à parede posterior. Com isto, quando se cria uma grande aceleração (ex.: impactos laterais) ou grandes

Relacionados

  • cinemática do trauma
    8407 palavras | 34 páginas
  • Cinemática do Trauma
    3019 palavras | 13 páginas
  • fraturas
    4308 palavras | 18 páginas
  • Casos clinicos
    661 palavras | 3 páginas
  • Forum do Modulo III - Condução de veículos de emergência do SENASP
    1813 palavras | 8 páginas
  • tse justificativa eleitoral
    2289 palavras | 10 páginas
  • Princípios mecânicos:cinemática e cinética
    2450 palavras | 10 páginas
  • Modelo organizacional: atendimento intra – hospitalar.
    982 palavras | 4 páginas
  • trabalho politraumatizados
    2819 palavras | 12 páginas