Coase - natureza da firma

740 palavras 3 páginas
A NATUREZA DA FIRMA (1937)
COASE, R. H. (1937). The nature of the firm. In: WILLIAMSON, O. & WINTER, S. (eds.) (1991) The nature of the firm: origin, evolution and development. Oxford: Oxford University Press. Apresentação: Catarine Palmieri Pitangui Tizziotti





Nesta obra Coase argumenta que as empresas devem ser concebidas como entidades endógenas ao sistema econômico, cuja existência só se justifica na presença de custos de transação para a produção. Empresas e outras organizações e instituições econômicas existem porque os agentes acham que elas são uma forma útil de minimizar os custos de transação.

I


Definição de firma: deve ser realista, corresponder ao seu significado no mundo real, e governado por dois instrumentos de análise econômica desenvolvidos por Marshall: as idéias de margem e de substituição.



 

Descrição de sistema econômico de Arthur Salter: o sistema econômico normal trabalha por si mesmo. Assume que a direção dos recursos é diretamente dependente do mecanismo de preço. Descrição incompleta: no mundo real, pode­se achar muitas áreas nas quais isto não se aplica. Se a produção é regulada pelos movimentos dos preços, poderia ser realizada sem nenhuma organização. Então, pode­se perguntar: por que existe organização?





Coase assume que o que distingue a firma é a substituição do mecanismo de preço, que é relacionada à rede externa de

Relacionados

  • Tradução A Natureza da Firma
    6414 palavras | 26 páginas
  • A Natureza Da Linguagem Humana
    1628 palavras | 7 páginas
  • Natureza Jurídica da GFIP
    4984 palavras | 20 páginas
  • Natureza juridica da posse
    1162 palavras | 5 páginas
  • O massacre da Natureza
    2027 palavras | 9 páginas
  • Teoria da oferta da firma individual
    1788 palavras | 8 páginas
  • Fenômenos da Natureza
    2191 palavras | 9 páginas
  • Terremotos fenomenos da natureza
    2019 palavras | 9 páginas
  • A natureza da personalidade
    1416 palavras | 6 páginas