Como Dinheiro se Transforma em Capital

2034 palavras 9 páginas
Como o dinheiro se transforma em capital.
A mercadoria é o ponto de partida para a formação do capital, logo a produção de mercadoria e o comercio surge como fator para a formação e origem do Capital.
Todo capital novo, pra começar, entra em cena, surge no mercado de mercadorias, de trabalho ou de dinheiro, sob a forma de dinheiro que, através de determinados processos, tem de transformar-se m capital.
O dinheiro que é apenas dinheiro se distingue do dinheiro que capital, através da diferença na forma de circulação.
A forma simples de circulação de mercadorias é M - D - M, que representa a seguinte dinâmica: conversão de mercadoria em dinheiro e reconversão de dinheiro em mercadoria, vender para comprar.
Ao lado dessa forma, há uma segunda, especificamente diferenciada: D - M - D, que representa a seguinte dinâmica: conversão de dinheiro em mercadoria e reconversão de mercadoria em dinheiro, comprar para vender.
Nas formulas de transição desses fatores estão a de circulação de mercadoria onde se constitui pela fórmula, M - D - M, sendo que a mercadoria se transforma em dinheiro pra novamente voltar a ser mercadoria, esse dinheiro é gasto de uma vez por todas mostrando que essa mercadoria tem um valor principal, que é o valor-de-uso. Diferentemente do que acontece na outra formula D - M - D, há nesta formula primeiramente o estágio de uma compra, para posteriormente no segundo estagio haver uma venda, mais o que acontece não é uma troca de quantias iguais, porque não

Relacionados

  • Como o dinheiro se transforma em capital?
    3930 palavras | 16 páginas
  • O capital, de karl marx parte segunda - a transformação do dinheiro
    4775 palavras | 20 páginas
  • Resenha do livro o capital - cap 04 e cap 10
    2899 palavras | 12 páginas
  • Fichamento do livro: relações sociais e serviço social no brasil – esboço de uma interpretação histórico metodológica.
    2216 palavras | 9 páginas
  • Resenha de Leda Maria Paulini - A AUTONOMIZAÇÃO DAS FORMAS VERDADEIRAMENTE SOCIAIS NA TEORIA DE MARX: COMENTÁRIOS SOBRE O DINHEIRO NO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO
    4883 palavras | 20 páginas
  • Resumo - serviço social em tempo de capital fetiche - iamamoto
    1703 palavras | 7 páginas
  • Resumo capitulo i: proposta de interpretação histórico-metodológica
    1609 palavras | 7 páginas
  • O processo global da produção capitalista
    3700 palavras | 15 páginas
  • O que é trabalho produtivo e improdutivo para adam smith?
    850 palavras | 4 páginas
  • Transformação de Mais-Valia em Capital
    2337 palavras | 10 páginas