Concepção constitucional de familia

3416 palavras 14 páginas
EDIVALDO DE OLIVEIRA MORETO

CONCEPÇÃO CONSTITUCIONAL DE FAMÍLIA

UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO
SÃO PAULO
2012

CONCEPÇÃO CONSTITUCIONAL DE FAMÍLIA

Trabalho apresentado à disciplina de Direito Civil.
Professor: Rosana Valderano de Lima

UNIVERSIDADE CAMILO CASTELO BRANCO
SÃO PAULO
2012
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 2
1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA 2
1.1 Ideologia de Família 2
1.2 Origem da família tradicional 2
1.3 A Família nas Constituições Brasileiras 2
1.3.1 A Família na Constituição Federal de 1824 2
1.3.2 A Família na Constituição Federal de 1891 2
1.3.3 A Família na Constituição de 1934 2
1.3.4 A Família na Constituição de 1937 2
1.3.5 A Família na
…exibir mais conteúdo…
1.2 Origem da família tradicional

A família tradicional no ocidente é formada por homem e mulher, condição esta primordial para que se possam gerar filhos.
Uma questão importante para a constituição e permanência da família se embasa no patriarcalismo que tinha como responsabilidade zelar pelas coisas e terras das famílias, por isso se prezava em manter o casamento, pois assim não haveria ameaça de que as coisas e terras passassem para as mãos de outras pessoas que não pertencessem à família.
Estabeleceu-se assim uma relação entre os direitos dos indivíduos, seus bens e a importância de zelar pelo casamento, entendimento este estendido para a família, a fim de proteger seus bens.

A Família nas Constituições Brasileiras

A Família na Constituição Federal de 1824

A Constituição de 1824, chamada de Constituição Imperial, atribuiu aos cidadãos brasileiros, direitos e garantias, porém, não mencionou o casamento (que aqui podemos estender como definição de família); tanto o religioso, quanto o civil.

A Família nas Constituições brasileiras

No ano de 1890, com a mudança do Império pela República, separado os poderes religiosos e estatais, foram criados com o Decreto n° 181, de 1890, do Governo Provisório, o casamento civil no Brasil e retirando-se do casamento religioso qualquer valor jurídico que o mesmo pudesse expor (novamente devemos entender o casamento como definição

Relacionados

  • Sistemas e Famílias Constitucionais
    1505 palavras | 7 páginas
  • RESUMO - DIREITO DE FAMÍLIA - INTRODUÇÃO
    1963 palavras | 8 páginas
  • A Pec do Amor
    6041 palavras | 25 páginas
  • Adoção homoafetiva
    2244 palavras | 9 páginas
  • social
    1026 palavras | 5 páginas
  • Pacto são josé da costa rica
    5824 palavras | 24 páginas
  • Tcc- emenda constitucional n.º 66/2010, que modificou o § 6º do art. 226 da constituição federal
    3824 palavras | 16 páginas
  • Reprodução assistida
    9596 palavras | 39 páginas
  • Princípios do direito de família
    1624 palavras | 7 páginas
  • A construção da cidadania no Brasil: entre Império e Primeira República
    11669 palavras | 47 páginas