Construtivismo, Suprematismo e Minimalismo

5527 palavras 23 páginas
Arte Contemporânea

Construtivismo e Suprematismo relacionados com o minimalismo Escola Superior Artística do Porto – M. I. Arquitectura
Ana Rita Meira, nº 5658, 3ºB; Bárbara Rodrigues, nº 5574, 3ºB

Índice

Introdução

3

Contexto social, cultural e politico

4

O Construtivismo

6

O Suprematismo

11

O Minimalismo

16

Conclusão

18

Bibliografia

19

Anexos

20

2

Introdução

De forma a perceber as vanguardas russas e de que forma estas influenciam outras vanguardas, esta análise incide sobre a evolução do construtivismo e do suprematismo até ao minimalismo. Assim, é importante perceber o que foi cada uma destas correntes e relacioná-las com todo o seu contexto e também entre si. Ao longo deste trabalho, vamo-nos apercebendo que a abstracção é o elemento comum de todos os movimentos estudados e é aí que acabamos por nos focar.

O abstraccionismo é geralmente entendido como uma forma de arte que não representa objectos próprios da nossa realidade concreta exterior. Ao contrário disso, usa as relações formais entre cores, linhas e superfícies para compor a realidade da obra, de uma maneira "não representacional". Surge a partir das experiências das vanguardas europeias, que recusam a herança renascentista das academias de arte, a estética grecoromana. A expressão também pode ser usada para se referir especificamente à arte produzida no início do século XX por determinados movimentos e escolas que
genericamente

Relacionados

  • Abstracionismo Kandinsky
    3439 palavras | 14 páginas
  • P1
    9223 palavras | 37 páginas