Contaminação de microrganismos

1780 palavras 8 páginas
UMIVERSIDADE TECNÓLOGICA FEDERAL DO PARANÁ
CURSO DE ALIMENTOS
CAMPUS PONTA GROSSA

ANA CLAUDIA DE SOUZA
JOSIANE KORDIAK
KARINE ANTUNES

Trabalho
ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS

PONTA GROSSA
2012
Introdução
As doenças de origem alimentar são amplamente reconhecidas pelos efeitos agudos no trato gastrintestinal. Outros sintomas também podem ocorrer e, em alguns casos, a gravidade pode ser tal que os doentes chegam a óbito1. Os agentes etiológicos dessas enfermidades também podem causar doenças crônicas, que ocorrem independentemente ou acompanhadas de sintomas agudos.
Muitos dos processos crônicos apenas recentemente têm sido associados a patógenos de origem alimentar2.
…exibir mais conteúdo…
[2]. As bactérias B. cereus sãoorganismos anaeróbios facultativos, e tal como outros membros do gênero Bacillus, podem produzir endósporos protetores. Seus fatores de virulência incluem a cereolisina e a fosfolipase C.

Coliformes fecais e totais.
Existem dois tipos de coliformes: totais e fecais. Os coliformes totais compõem os grupos de bactérias gram-negativas que podem ser aeróbicas ou anaeróbicas (isto dependerá do ambiente e da bactéria), não originam esporos e fermentam a lactose, produzindo ácido e gás à 35/37°C.
Já os coliformes fecais são também conhecidos como “termotolerantes” por suportarem uma temperatura superior à 40°C, convivem emsimbiose com humanos, bois, gatos, porcos e outros animais de sangue quente. São excretados em grande quantidade nas fezes e normalmente não causam doenças (quando estão no trato digestivo). Neste grupo está presente a bactéria gram-negativa Escherichia coli, e ao se ingerir alimentos por ela contaminados, os resultados desagradáveis (como uma gastrenterite, por exemplo) podem ser brandos ou desastrosos, dependendo do grau de contaminação.
Staphylococcus coagulase positiva são microrganismos de importância em alimentos por apresentarem risco para a saúde pública pela produção destas enterotoxinas. Em condições favoráveis o microrganismo multiplica-se no alimento, até alcançar altas cargas, produzindo as enterotoxinas, sem que sejam alterados significativamente a cor,

Relacionados

  • Apostila de tecnologia de alimentos
    5938 palavras | 24 páginas
  • Microbiota de mãos
    890 palavras | 4 páginas
  • Microbiologia da carne
    2820 palavras | 12 páginas
  • Identificação da microbiota presente em áreas classificadas
    16949 palavras | 68 páginas
  • Avaliação de qualidade bacteriologica de produtos carneos
    2801 palavras | 12 páginas
  • Pesquisa de mesófilos aeróbios estritos e facultativos viáveis em amostra de leite em pó integral
    821 palavras | 4 páginas
  • Principais doenças causadas pelo acnsumo de leite cru
    1551 palavras | 7 páginas
  • Analises microbiológicas em milho tipo conserva
    2032 palavras | 9 páginas
  • microbiologia e higiene dos alimentos
    1455 palavras | 6 páginas
  • Segurança alimentar produtos cárneos
    3087 palavras | 13 páginas