Contribuição do existencialismo para a psicologia.

974 palavras 4 páginas
Contribuição do existencialismo para a psicologia.
O existencialismo que tem seu auge na década de 50, no pós-guerra, tendo como percussor Jean Paul Sartre e forte influência de Heidegger e Kierkegaard. Creio que uma das contribuições mais importantes desta escola seja a ênfase na responsabilidade que o homem possui sobre seu destino e com o uso do seu livre arbítrio. Sendo essencial ressaltar que o homem é livre para escolher, mas não pode deixar de fazer as escolhas, sentido desta forma imensa angústia pela indecisão e sentindo desamparo, sobre o que é melhor fazer, “O homem é condenado a ser livre”. O desespero sentido é primordial para nos fazer agir, não devemos ser estáticos.
A prioridade para os Existencialistas é a existência,
…exibir mais conteúdo…
Colaca a relação do individuo e grupo, como essencial para o entendimento da realidade humana. Para Sartre o homem faz a história ao mesmo tempo em que é feito por ela, desta forma o homem não está no poder da história, esse poder nos escapa, o homem faz a história, mas outros homens também a fazem, desta forma a realidade não pode ser reconhecida inteiramente é “... uma obra humana sem autor” (SARTRE, 1960,pg. 67).
As ações humanas sempre transformam o mundo, o homem sempre faz alguma coisa daquilo que fizeram dele, mesmo que de forma alienada, somos sujeitos de nossa história.
A psicanálise Sartriana tem por objetivo descobrir as ligações existentes entre todos os comportamentos humanos, com intuito de entender o sentido de vida de alguém.
A psicologia existencialista sempre tem como principio de pesquisa, os fenômenos, que são o conjunto ligado de ocorrências objetivas, as características de uma vida são sempre também de outra, existe um conjunto, alterando um, se altera outro, o estudo principal é feito desta conexão, e das mudanças que são realizadas em um e que afeta o outro, fazendo este estudo é possível entender a história pessoal e coletiva, sendo esta visão muito importante nos dias de hoje para

Relacionados

  • Alguns Apontamentos Sobre A Origem Das Psicoterapias Fenomenológico-existenciais
    966 palavras | 4 páginas
  • Livre arbítrio - santo agostinho
    2792 palavras | 12 páginas
  • O existencialismo de sartre, um breve resumo
    2088 palavras | 9 páginas
  • COMPARATIVO ENTRE IDADE ANTIGA,MEDIA,MODERNA E CONTEMPORANEA
    732 palavras | 3 páginas
  • Período cosmológico e antropocêntrico
    1623 palavras | 7 páginas
  • A psicologia da forma
    3008 palavras | 13 páginas
  • Resenha Psicologia da Personalidade II Frederick S
    2796 palavras | 12 páginas
  • Traçando um resumo histórico para contextualizar o período que se segue, a primeira guerra mundial e a revolução russa
    2526 palavras | 11 páginas
  • Percepção - gestalt
    2512 palavras | 11 páginas
  • Psicoterapia de grupo na abordagem fenomenológico–existencial
    7777 palavras | 32 páginas