Crack

5123 palavras 21 páginas
INTRODUÇÃO

Alfabetização é um assunto muito discutido por diversos e renomados educadores, porém, muito obscuro em termos de vivenciar práticas e construir novos caminhos de trabalho a fim de sanar problemas de analfabetismo, que é um grave obstáculo para o avanço do Brasil. Desta forma, esta pesquisa tem como objetivo analisar as séries iniciais da educação básica, berço da alfabetização, destacando as concepções norteadoras das práticas da língua materna, ressaltando as limitações e aspectos dificultadores para o êxito da aprendizagem, bem como o esforço de formação que cada profissional busca para melhor enfrentar as dificuldades e exigências do momento atual da educação e consequentemente, amenizar o grande problema em
…exibir mais conteúdo…
A literatura sobre tal assunto é vasta. Milhares de livros expõem diversos caminhos para uma alfabetização de qualidade. É preciso, porém, esclarecer que ao abordar a temática da alfabetização estaremos fazendo alguns recortes em função da abrangência do tema, e já que o foco desta pesquisa é voltado para os desafios encontrados pelos professores das séries iniciais do Ensino Fundamental e as muitas formas encontradas pelos mesmos para alfabetizar com sucesso seus alunos. Várias estáticas a cerca do analfabetismo são realizadas durante todos os anos, e os resultados sempre alarmantes, nos faz pensar que não houve avanços significativos em termos de pesquisa e ações que possam contribuir para reverter este quadro. O problema que envolve a alfabetização no Brasil pode e deve ser analisado sob diferentes enfoques: político, sociológico, econômico, psicológico, lingüístico, pedagógico, entre outros. Essa diversidade de aspectos vem confirmar como o assunto é amplo e complexo e merece ser analisado, pesquisado e avaliado com os professores alfabetizadores. Certamente a perda da especificidade da alfabetização é fator explicativo – evidentemente, não o único, mas talvez um dos mais relevantes – do atual fracasso na

Relacionados

  • Crack uma questao social
    2700 palavras | 11 páginas
  • Uso do crack
    1796 palavras | 8 páginas
  • As sequelas neuropsicológicas em ex usuários de crack
    6206 palavras | 25 páginas
  • Estudo sobre homeopatia em viciados em crack
    888 palavras | 4 páginas
  • UMA VISÃO FILOSOFICA SOBRE O CRACK
    2444 palavras | 10 páginas
  • Tratamento farmacológico e não farmacológico de dependentes de crack
    15384 palavras | 62 páginas
  • Crack e a ação do assistente social com o dependente químico
    3824 palavras | 16 páginas
  • Cardiotoxicidade decorrente do uso abusivo de drogas psicoativas estimulantes: ecstasy, cocaína e crack
    4712 palavras | 19 páginas
  • ADOÇÃO, ABRIGOS, MÃES DO CRACK na casa de passagem Ana Carolina
    2873 palavras | 12 páginas