Crack uma questao social

2700 palavras 11 páginas
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

LUZINETE ORNELAS QUEIROZ

O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÀS METRÓPOLIS?

Santa Luzia/MG
2012

LUZINETE ORNELAS QUEIROZ

O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÀS METRÓPOLIS?

Trabalho apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Psicologia Geral.

Orientador ( a): Lisnéia aparecida Rampazzo.

Santa Luzia/MG

2012

RESUMO

Todos nós temos a consciência da gravidade que a situação da drogadição ao crack chegou ao país. Tamanha é essa gravidade que a
…exibir mais conteúdo…
As substâncias que são fumadas apresentam ponto de fusão baixo e podem ser volatizadas por sublimação ou ebulição, basicamente utilizando calor. Ou seja, elas passam de sólido para gás diretamente. “Para obter crack, cocaína é dissolvida em água, misturada com bicarbonato de sódio e depois aquecido até a água evaporar. Quando fumado, o crack chega ao cérebro em quatro a seis segundos”. O nome da substância vem do barulho feito quando ocorre o processo de combustão. Ele é fumado em cachimbos ou em forma de cigarro, quando misturado com maconha e tabaco. Seu efeito ocorre com a liberação de dopamina.

2 - CRACK E VIOLÊNCIA

Apesar da opinião geral de que o crack aumenta a violência, há uma dificuldade muito grande nos estudos sobre drogas em relacionar estes dados com a violência. Quando alguma relação é encontrada, geralmente não se sabe a natureza dessa relação. Esta dificuldade deriva em parte do fato de as pesquisas sociais sobre a relação entre drogas e violência estarem apenas começando. No entanto, a este respeito, pode-se dizer que existem dois principais níveis explicativos em que se produz conhecimento sociológico sobre uma possível relação entre drogas e violência: o nível macro da explicação da violência em que devido às condições gerais, estrutura e

Relacionados

  • Alfabeto de a z com marcas
    3193 palavras | 13 páginas
  • Uso do crack
    1796 palavras | 8 páginas
  • Tratamento farmacológico e não farmacológico de dependentes de crack
    15384 palavras | 62 páginas
  • Cracolandia
    4792 palavras | 20 páginas
  • As sequelas neuropsicológicas em ex usuários de crack
    6206 palavras | 25 páginas
  • Crack e a ação do assistente social com o dependente químico
    3824 palavras | 16 páginas
  • Mod1
    1078 palavras | 5 páginas
  • O uso indiscriminado de drogas
    2078 palavras | 9 páginas
  • Análise das questões de farmácia enade 2013
    1149 palavras | 5 páginas