Critica senhores e caçadores

1221 palavras 5 páginas
A justiça contra o caos e não a favor da ordem.
Thompson, E.P, 1975, 1977 – Senhores & Caçadores; A Origem da Lei Negra / E.P. Thompson; tradução Denise Bottmann; - Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
Resenhado por: Rafael Mesquita Jacaúna, 25 anos, Fluminense, professor de história, integrante do curso de pós-graduação da Universidade Federal Fluminense, formado pela universidade Estácio de Sá.
Edward Palmer Thompson, historiador britânico da concepção teórica marxista, nasceu em Oxford no dia 3 de fevereiro de 1924 e falecido em Worcester, 28 de agosto de 1993. É considerado por muitos como o maior historiador inglês do século XX.
Lutou contra o governo fascista de Benito Mussolini na Itália durante a Segunda Guerra Mundial, chegando a sargento num regimento de tanques britânicos na Campanha da Itália. Estuda no colégio Corpus Christi (Cambridge), onde adere ao Partido Comunista Britânico. Em 1946 formou um grupo de estudos históricos marxistas junto com Christopher Hill, Eric Hobsbawm, Perry Anderson, Rodney Hilton, Dona Torr, dentre outros.
Lecionou na Universidade de Leeds em curso não acadêmicos dirigidos aos trabalhadores. Foi professor da Universidade de Warwick de 1965 a 1971. Nos anos de 1970 lecionou esporadicamente em universidade estadunidenses como de Pittsburg, Rugers, Brown e Dartmouth College.
Thompson, um dos maiores historiadores que pude ler, nesta minha curta formação, com esta importante obra “Senhores e Caçadores”, tem como abordagem

Relacionados

  • RESENHA CRÍTICA SOBRE “A TEORIA CRÍTICA: ONTEM E HOJE
    1228 palavras | 5 páginas
  • A administração cientifica e sua visão crítica
    1245 palavras | 6 páginas
  • Resenha E Critica Crescimento Populacional
    1881 palavras | 8 páginas
  • Resenha Crítica - Mundialização e Cultura
    2518 palavras | 11 páginas
  • Resenha Crítica "Ensinar não é transferir conhecimentos"
    1362 palavras | 6 páginas
  • REsenha crítica-é preciso salvar a comunicação
    1528 palavras | 7 páginas
  • A máquina e a revolta - resenha crítica
    2668 palavras | 11 páginas
  • Teoria Crítica e Pós-Critica do Currículo
    2603 palavras | 11 páginas