Curso de Maquiagem

4077 palavras 17 páginas
CURSO BÁSICO DE MAQUIAGEM

História

A maquiagem pode ser considerada uma ferramenta para exaltar a beleza, aumentar a auto-estima e disfarçar as imperfeições.
Engana-se você que associa a utilização da maquiagem para se embelezar como algo recente. Se recorrermos à história a mulher egípcia usava maquiagem há muito tempo.
Para elas, a maquiagem era uma arte. Para se maquiar, utilizavam o KOHL que é uma espécie de pigmento preto nos olhos e que hoje conhecemos como delineador.
Como a moda, a maquiagem também possui tendências. Vejamos em ordem cronológica:
•1920: Surge o batom de bastão;
• 1930: O que se destaca na maquiagem são olhos marcantes e sobrancelhas finas ou depiladas e desenhadas com o lápis;
• 1940: Batom vermelho e lábios bem contornados;
• 1950: Palidez da pele ficava por conta do pó de arroz e se usava boca vermelha;
• 1960: Pele e olhos apagados chamando a atenção para os olhos marcados pelo delineador;
• 1970: Sombras coloridas como verde, rosa e azul e cílios longos e separados;
• 1980: Boca vermelha, uso do blush cor tijolo e sombra azul;
• 1990: Maquiagem neutra realçando apenas os traços bonitos;
• 2000: Maquiagem /praticidade este era o lema;
• 2011: Você é livre para escolher a maquiagem que combina com seu estilo seja ele qual for. Embora exista tendência, o gosto pessoal deve ser priorizado.
Mas o que importa, é que hoje a maquiagem além de seu caráter estético possui também a função protetora com os mais modernos

Relacionados

  • Relatório Curso de Maquiagem
    1066 palavras | 5 páginas
  • Curso de maquiagem
    7221 palavras | 29 páginas
  • Apostila de maquiagem
    7357 palavras | 30 páginas
  • Maquiagem e saúde
    862 palavras | 4 páginas
  • plano de negócios
    8765 palavras | 36 páginas
  • Trabalho- História da maquiagem
    1681 palavras | 7 páginas
  • Historiá da maquiagem
    2994 palavras | 13 páginas
  • Esmalteria
    996 palavras | 4 páginas
  • Tendências Regionais-Indústria Cosmética/Maquiagem
    2159 palavras | 9 páginas