Dancaterapia e musicoterapia

1398 palavras 6 páginas
Escola Superior de Gestão, Ciências e Tecnologias

Curso de Psicologia
1º Semestre

Dançaterapia e Musicoterapia

Aluna: Gloria Tavares

Rio de Janeiro, 2013

Introducão

O presente trabalho tem como objectivo dar a conhecer o que se entende por dancaterapia, técnica que une o campo da dança e da psicologia, e musicoterapia, que consiste na utilização da música ou dos seus elementos (ritmo, melodia e harmonia). Sendo assim, vamos centrar-nos nos seus benefícios e na assistência que se pode dar a pessoas que necessitam de tal.

Dancaterapia

A dancaterapia esta relacionada ao movimento corporal de dança, unindo a mente e o corpo, o movimento e a emoção. Ė uma técnica que tem como objetivo fazer com que o indivíduo adquira auto-conhecimento e seja mais criativo, trabalhando com o corpo a sua própria linguagem e levando a mudanças psicologicas, que promovem a saúde e ao desenvolvimento pessoal. Esta é uma técnica destinada a qualquer pessoa. Indivíduos que desejam melhorar a sua qualidade de vida, ou indivíduos com patologias específicas, como por exemplo pertubaçoes emocionais ou de ansiedade, problemas comportamentais, demências, baixa auto-estima, entre outras. Abrange todas as faixas etárias desde crianças à idosos, independentemente do estado físico ou psíquico.

Origem da dancaterapia

Surge em 1966,

Relacionados

  • A musicoterapia como coadjuvante da medicina
    1110 palavras | 5 páginas
  • MUSICOTERAPIA NA SAÚDE MENTAL DE CAXIAS DO SUL
    4399 palavras | 18 páginas
  • Beatles e psicologia
    2670 palavras | 11 páginas
  • musicoterapia dos 5 elementos
    1705 palavras | 7 páginas
  • Neuropsicologia das alterações cognitivas em pacientes com doença de parkinson: características clínicas e tratamento
    4041 palavras | 17 páginas
  • Autismo, musicalização e musicoterapia
    2318 palavras | 10 páginas
  • História da musicoterapia
    6634 palavras | 27 páginas
  • Musicoterapia no ambito escolar
    12544 palavras | 51 páginas
  • A musica e a síndrome down
    7556 palavras | 31 páginas