Debates e perspectivas centrais na Teoria das organizações

1756 palavras 8 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL
CAMPUS DO PANTANAL
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

SUZILENE O. SANCHES

ADMINISTRAÇÃO

RESENHA: DEBATES E PERSPECTIVAS CENTRAIS NA TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES

CORUMBÁ-MS
2014

SUZILENE O. SANCHES

ADMINISTRAÇÃO

RESENHA: DEBATES E PERSPECTIVAS CENTRAIS NA TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES

Resenha apresentada a professora Neide Proença, do curso de Administração/Campus do Pantanal, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, como atividade integrante da disciplina Seminário Profissional II.

CORUMBÁ-MS
2014
DEBATES E PERSPECTIVAS CENTRAIS NA TEORIA
…exibir mais conteúdo…
Segundo ele as organizações respondem às mudanças elaborando ou modificando suas estruturas internas para manter uma relação isomórfica com o ambiente. Mas os ecologistas reagiram a essa perspectiva de adaptação e segundo Aldrich e Pfeffer (1976) “ela exagera o grau de flexibilidade que os gestores das organizações têm para ajustar as suas formas estruturais”, tanto a perspectiva da seleção como da adaptação compartilham uma orientação determinista segundo a qual a origem absoluta das mudanças é o ambiente. Na visão da adaptação, as organizações respondem às mudanças refinando seus próprios ajustes às contingências de seu ambiente de trabalho. Já na visão da seleção não existi uma quantidade de ajuste fino adequada aos limites locais de um nicho organizacional, pois em longo prazo o nicho de um tipo particular de organização pode desaparecer completamente.
Nos nichos restritivos versus domínios ordenados levantou-se a seguinte questão: será a vida organizacional determinada por restrições ambientais inflexíveis ou criada ativamente por escolhas gerenciais estratégicas? A opinião de Aldrich (1979) indaga se a escolha estratégica está disponível para as organizações, pois há existência de nichos ou combinações distintas de recursos e outras restrições no ambiente. O conceito de nicho implica o enfoque nas populações organizacionais em vez de nas organizações individualmente. O destino de cada organização individual

Relacionados

  • Relações internacionais: um mundo, muitas teorias.
    1789 palavras | 8 páginas
  • Debate teórico dos novos movimentos sociais
    2680 palavras | 11 páginas
  • Resenha: Os argonautas da cidadania - Liszt Vieira
    3311 palavras | 14 páginas
  • Resenha do livro: O SERVIÇO SOCIAL E O POPULAR: resgate teórico-metodológico do projeto profissional de ruptura – Maria Ozanira da Silva e Silva (Coord.) Capítulos I e II
    5089 palavras | 21 páginas
  • Gestalt, psicodrama e psicanálise
    4681 palavras | 19 páginas
  • Burocracia do modelo racional - legal ao paradigma pós burocrático
    9654 palavras | 39 páginas
  • Associativismo, participação e democracia
    4817 palavras | 20 páginas
  • Revolução Burguesa no Brasil - Resenha
    1689 palavras | 7 páginas
  • As contribuições das teorias de emile durkheim, max weber e karl marx para a ciência do direito
    7765 palavras | 31 páginas
  • SÍNTESE DA PERSPECTIVA MODERNIZADORA
    3472 palavras | 14 páginas