Dinamica Familiar no Atendimento Odontologico

1422 palavras 6 páginas
1) Abordando o assunto:

De uma forma geral, sabe-se que alguns fenômenos estão presentes na dinâmica das relações familiares. O conhecimento do profissional de odontologia acerca de seu paciente pressupõe a visão do contexto no qual está inserido, incluindo a família. Pode ser de fundamental importância que se observe a influência familiar sobre o paciente para a compreensão de ocorrências que tendem a facilitar ou dificultar o tratamento odontológico.
Um dos sintomas de problemas familiares, por exemplo, pode ser a forma como o indivíduo se relaciona com os próprios problemas bucais e com o tratamento. Da mesma forma, uma característica da família pode interferir diretamente na relação de um profissional de Odontologia com seu paciente, facilitando e ajudando ou, até mesmo, impedindo que o atendimento seja feito.
Segundo Assumpção Jr e Sprovieri (1993), a família pode ser definida como um sistema social pequeno e independente que contém subtemas menores que se interrelacionam e que possui uma estrutura razoavelmente estável, com papéis bem definidos, regras e valores comuns.
Lemaire ( apud Féres-Carneiro, 1996), destaca a importância de uma leitura familiar que passe pelo intrapsíquico, pelo sistêmico-emocional e pelo social. A seguir, vamos destacar cada aspecto que se julga relevante em cada uma dessas formas de leitura.
2) A Família como um Sistema:
Todas as mudanças que o grupo familiar vive afetam o todo e também os membros de forma individual. De mesmo

Relacionados

  • Consultório odontológico
    1782 palavras | 8 páginas
  • Atendimento individual
    4525 palavras | 19 páginas
  • Estrutura familiar e dinamica social
    3285 palavras | 14 páginas
  • Considerações Finais - Consultório Odontológico
    1594 palavras | 7 páginas
  • Atendimentos Breves
    9863 palavras | 40 páginas
  • prontuario odontologico
    5879 palavras | 24 páginas
  • POPS de Gabinete Odontológico
    14716 palavras | 59 páginas
  • Planejamento familiar
    9678 palavras | 39 páginas
  • Violências sexuais: incesto, estupro e negligência familiar
    10813 palavras | 44 páginas