Direção como função garantidora do processo administrativo

932 palavras 4 páginas
Direção como função garantidora do Processo Administrativo
Podemos definir Direção como processo administrativo que conduz e coordena o pessoal na execução das tarefas antecipadamente planejadas. Têm a função de interpretar os planos e instruir em como colocá-los em prática, Envolve orientação, assistência à execução, comunicação, motivação e liderança; sendo diretamente ligada com o relacionamento entre as pessoas. Dirigir uma empresa significa conseguir fazer com que os empregados executem as tarefas (ou serviços) pelas quais respondem.

Existem duas concepções opostas a respeito do estilo de direção baseadas em divergências e/ou opiniões opostas, acerca da natureza humana. Essas concepções foram distinguidas por McGregor e são conhecidas como: Teoria X, ou tradicional; e Teoria Y, ou moderna.
A Teoria X, que pode representar o estilo de direção da Teoria da Administração Científica, Clássica e Burocrática; baseia-se na premissa incorreta, talvez distorcida, sobre a natureza humana. Considerando que: o homem é indolente e preguiçoso por natureza; falta de ambição; O homem é egocêntrico; resiste a mudanças; e a sua dependência o torna incapaz de autocontrole e autodisciplina.
Já a Teoria Y, desenvolve um estilo de direção aberto, dinâmico e democrático, considerando que administrar é um processo de criar oportunidades, baseia-se nas concepções, a respeito da natureza humana. Essa teoria propõe um estilo de direção participativo e democrático, baseando-se nos valores

Relacionados

  • Instituições judiciárias e ética
    7960 palavras | 32 páginas
  • A quebra da parmalat
    7943 palavras | 32 páginas
  • Assedio processual
    12673 palavras | 51 páginas