Direito alternativo e exemplos

1664 palavras 7 páginas
O direito alternativo, foi um movimento criado em meados de 1990, visa e busca uma nova forma de praticar o direito; ao contrário do que falam, o Direito Alternativo não busca contrariar a lei, pois a lei é uma conquista muito necessária, visto que esta é uma das formas para resguarda-se a vida em sociedade. Portanto não há uma procura em viver sem lei, haja vista que o Direito Alternativo não luta contra o sistema de normas escritas no Brasil, mas luta contra algumas leis e falta de aplicações de outras, ou, pela interpretação deturpada feita por boa parte dos juristas de hoje.
A principal proposta feita por este movimento é mudar a realidade do sistema jurídico brasileiro, já que este é um sistema obseleto, ou seja, protegem pequenas classes, em especial, as de elevado nível social deixando as outras de lado, o povo. Então esse movimento procura por soluções e luta por um país mais justo e humanitário, esta é a essência do Direito Alternativo.
BREVE HISTORICO NO BRASIL
A ideia do Direito Alternativo surgiu no ano de 1964, durante o golpe militar, onde havia retaliação a todos aqueles que buscavam seus direitos, diminuindo a capacidade dos cidadãos a pleitear direitos ou interpor em juízo.
Em meados de 1985 com o fim da ditadura e a grande insatisfação da população com o Poder Judiciário que sempre manteve a sua postura de órgão neutro, acabou tornando a atividade de julgar algo burocratizada, pois parte da sociedade era beneficiada, enquanto outra não, criando assim

Relacionados

  • Exemplos de textos literários e não literários
    1636 palavras | 7 páginas
  • Exemplos de boa e má administração
    2842 palavras | 12 páginas
  • Exemplo de manual de normas e procedimentos
    13848 palavras | 56 páginas
  • Biologia - Epistasia, Anomalias genéticas e exemplos
    3742 palavras | 15 páginas
  • DIREITO NATURAL E DIREITOS CIVIS EM ROUSSEAU
    1415 palavras | 6 páginas
  • Afrocentrismo como um paradigma Libertador e alternativo ao Eurocentrismo
    2044 palavras | 9 páginas
  • Direito maritimo e direito aduaneiro conceitos
    2186 palavras | 9 páginas
  • Direito Grego e Direito Romano
    3066 palavras | 13 páginas