Direito hospitalar

1477 palavras 6 páginas
Gestão Hospitalar
Direito Hospitalar

Trabalho apresentado ao Curso de Graduação em Gestão Hospitalar da Universidade Anhanguera, como requisito para a obtenção de conhecimento e atribuição de nota da Atividade Avaliativa.

Sobradinho/DF
2012

INTRODUÇÃO

A emergência representa uma situação ameaçadora, brusca e que requer medidas imediatas de correção e de defesa. Também significa acidente e necessidade urgente. Entretanto, os chamados prontos-socorros não poderiam nem assim ser denominados, porque não apresentam as mínimas condições de prestação dos serviços que seriam obrigados a prestar, e isto estaria muito mais na esfera da justiça comum do que na discussão ética, que é mais profunda. As pessoas que trabalham nesses
…exibir mais conteúdo…

* Negativa de Hospital Particular, para providenciar transporte adequado para enfermos (ambulância), em situação emergencial: * Demora em atendimento emergencial de alto risco: Art. 14. O fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos. A responsabilidade pessoal dos profissionais liberais será apurada mediante a verificação de culpa. * Familiares do enfermo arcar com despesas de caráter essencial para realização de procedimentos emergenciais, por falta dos mesmos na instituição: * Paciente de alto risco e pós-operado ser acomodado em enfermaria coletiva, o que ocasionou em uma infecção que o levara a óbito: Art. 951. O disposto nos arts. 948, 949 e 950 aplica-se ainda no caso de indenização devida por aquele que, no exercício de atividade profissional, por negligência, imprudência ou imperícia, causar a morte do paciente, agravar-lhe o mal, causar-lhe lesão, ou inabilitá-lo para o trabalho. a indenização, além das despesas do tratamento e lucros cessantes até ao fim da convalescença, incluirá pensão correspondente à importância do trabalho para que se inabilitou, ou da depreciação que ele sofreu. Parágrafo único. O prejudicado, se preferir, poderá exigir que a indenização seja arbitrada e paga de uma só vez.

Prevenção

Relacionados

  • GESTÃO DE MATERIAIS, CONTRATOS, TERCEIRIZAÇÃO E LICITAÇÃO, LEGISLAÇÃO E DIREITO HOSPITALAR E SISTEMA DE INFORMAÇÃO
    3456 palavras | 14 páginas
  • PEDAGOGIA HOSPITALAR
    4117 palavras | 17 páginas
  • O atendimento pedagógico-hospitalar no hospital municipal da criança doutor benigno augusto de mello - cabo frio, rj
    3513 palavras | 15 páginas
  • pedagogia hospitalar
    8803 palavras | 36 páginas
  • trabalho individual 3 periodo
    1134 palavras | 5 páginas
  • Pedagogia
    8489 palavras | 35 páginas
  • A ATUAÇÃO DO PEDAGOGO NO ESPAÇO NÃO FORMAL DE EDUCAÇÃO- NA CLASSE HOSPITALAR: POSSIBILIDADES E DESAFIOS
    2307 palavras | 10 páginas
  • trabalho de PPE
    868 palavras | 4 páginas