Dissertação de filosofia

8272 palavras 34 páginas
Arché: Para os filósofos pré-socráticos, a arché (origem), seria um princípio que deveria estar presente em todos os momentos da existência de todas as coisas; no início, no desenvolvimento e no fim de tudo. Princípio pelo qual tudo vem a ser.Um dos pré-socráticos, Diógenes de Apolônia, explicou o raciocínio que levou os filósofos desse período à idéia de arché:
"[..] Todas as coisas são diferenciações de uma mesma coisa e são a mesma coisa. E isto é evidente. Porque se as coisas que são agora neste mundo - terra, água, ar e fogo e as outras coisas que se manifestam neste mundo -, se alguma destas coisas fosse diferente de qualquer outra, diferente em sua natureza própria e se não permanecesse a mesma coisa em suas muitas mudanças e
…exibir mais conteúdo…
Tinham preocupação cosmológica. A maior parte do que sabemos desses filósofos é encontrada na doxografia de Aristóteles, Platão, Simplício e na obra de Diógenes Laércio (século III d. C), Vida e obra dos filósofos ilustres. A partir do século VII a.C., há uma revolução monetária da Grécia, e advêm a ela inovações científicas. Isso colaborou com uma nova forma de pensar, mais racional. Os pré-socráticos inspiraram a interpretação de filósofos contemporâneos como Nietzsche, que nos iluminou com a sua obra A filosofia na época trágica dos Gregos e Hegel, que aplicou seu sistema na história da filosofia.

Os Principais Pré-Socraticos e seus Princípios:

Tales de Mileto (624--548 a.C.) : Água

Para Tales, a arché seria a água. Jostein Gaarder observa que provavelmente ao visitar o Egito, Tales observou que os campos ficavam fecundos após serem inundados pelo Nilo. Tales então viu que o calor necessita de água, que o morto resseca, que a natureza é úmida, que os germens são úmidos, que os alimentos contêm seiva, e concluiu que o princípio de tudo era a água. É preciso observar que Tales não considerava a arché água como nosso pensamento de água líquida, e sim, na água em todos os seus estados físicos. Tudo, então, seria a alteração dos diferentes graus desta. Aristóteles atribuiu a Tales a idéia de uma causa material como origem de todo o universo.
“... a água é o princípio de todas as coisas...”
Atribui-se a Tales a afirmação de que "todas as coisas estão

Relacionados

  • A psicologia empírica no pensamento de immanuel kant
    15095 palavras | 61 páginas
  • A ontologia do tempo no pensamento de santo agostinho
    2674 palavras | 11 páginas
  • Referências normativas
    873 palavras | 4 páginas
  • direitos humanos
    4400 palavras | 18 páginas
  • Projeto de dissertação filosófica
    968 palavras | 4 páginas
  • raizes do marabaixo e a criação da união dos negros do amapá
    1293 palavras | 6 páginas
  • Dissertação sobre a natureza humana e a condição humana
    873 palavras | 4 páginas
  • Plano de aula
    1809 palavras | 8 páginas
  • As quatro fases do desenvolvimento intelectual de kant
    1349 palavras | 6 páginas
  • Terceira dissertacao de nietzsche
    2620 palavras | 11 páginas