Distanásia

1428 palavras 6 páginas
Escola Secundária de Silves
Ano Letivo 2011/2012

Trabalho da Disciplina de Filosofia

Distanásia

"Sofrer ainda é viver."
Rolland , Romain

O termo “ distanásia” é pouco conhecido e utilizado na área da saúde. Ao contrário do seu antónimo “ eutanásia” que é conhecido e frequentemente discutido nos jornais, artigos e notícias.
Assim, a distanásia partindo deste mesmo contexto está interligada com a eutanásia e a orto tanásia: * A Eutanásia representa um suicídio assistido no qual dispõe aos pacientes a oportunidade de decidirem se querem continuar com a vida ou não, interrompendo os fenômenos biológicos, porém ainda existentes e talvez reversíveis, através da retirada dos aparelhos ou suprimindo os medicamentos. *
…exibir mais conteúdo…
A dor física é a fonte do sofrimento mas, na distanásia vai para além do físico. A dor é composta então de quatro componentes: físico, psíquico ou psicológico, social e espiritual. * Dor Física é a maior causa de sofrimento, pois surge de um ferimento, doença, no idoso ou doente terminal. Impede o funcionamento físico e a interação social. Esta dor funciona como um alarme de que algo está errado no funcionamento do corpo, porque como afeta toda a pessoa esta pode pedir em caso de dor intensa, a sua morte; * Dor Psíquica surge quando a pessoa perde os seus sonhos, as suas esperanças no processo da morte; * Dor Social é a dor do isolamento. A dificuldade de comunicação, a perda do papel na família cria solidão num momento em que é necessário a presença de companhia; * Dor Espiritual surge da perda de significado, sentido, esperança. Todos necessitamos de um sentido, uma razão para viver e uma razão para morrer.

Assim, a distanásia têm vários problemas dos quais são destacados o fato de investir todos os recursos possíveis no seu prolongamento, o de não conseguir determinar quando as intervenções terapêuticas são inúteis e quando se deve deixar que a pessoa abrace em paz a morte como final natural da sua vida. Também mostra uma grande obstinação terapêutica que vai além de qualquer esperança de beneficiar o doente promovendo o seu bem-estar global. Por sua vez a distanásia é o oposto da eutanásia,

Relacionados

  • Conceito de morte e a terminalidade da vida
    931 palavras | 4 páginas
  • Eutanasia e distanasia
    5152 palavras | 21 páginas
  • Bioética
    1691 palavras | 7 páginas
  • Slide sobre a eutanásia
    858 palavras | 4 páginas
  • Atitude ética do psicólogo nos casos de eutanasia e distanasia
    2456 palavras | 10 páginas
  • Eutanásia
    5462 palavras | 22 páginas
  • Eutanasia e Distanasia
    3417 palavras | 14 páginas
  • Ortotanásia
    13824 palavras | 56 páginas
  • Eutanásia, Ortanásia, Distanásia, Mistanásia
    4166 palavras | 17 páginas
  • Serviço Social-Ética (Eutanásia)
    1957 palavras | 8 páginas