Do cabaré ao lar

1415 palavras 6 páginas
Margareth Rago

Do Cabaré ao Lar
A Utopia da Cidade Disciplinar Brasil (1890 – 1930)
Editora Paz e Terra

Numa vertente mais humanista foi elaborada uma resenha caracterizando o grande avanço da classe feminina em busca de igualdade social entre homens e mulheres. Fato este tendo como base o grande trabalho especificado no livro Do Cabaré ao Lar: A Utopia da cidade Disciplinar Brasil (1890 -1930), e sempre perigoso deixamos alguns fatos importante de fora, principalmente quando se falar da obra de Luzia Margareth Rago, nasceu em São Paulo em 15/09/1948, identificou-se com o feminismo através do movimento estudantil e dos estudos de pós-graduação que realizou. Foi chamada pela Fundação Carlos Chagas para um evento feminista. Hoje
…exibir mais conteúdo…
A estratégia de diciplinarização do trabalhador e a rede de relações familiares a partir da construção de vilas operárias e de toda organização do lazer do operário sendo um lugar totalmente fechado, caracterizado o período da formação de trabalho livre do país. A infância, por sua vez, será redefinida a partir do saber médico, e a criança, elevada à condição de figura central da família.
A imprensa operária também se ocupa intermitentemente na questão do trabalho infantil. Seu discurso remete a criança à escola, só que os patrões vêem o trabalho infantil como um meio de moralizar e minimizar a vagabundagem, desse modo eles oferecem o trabalho como beneficio, sendo esta a forma idealizada para propiciar a educação infantil.
O movimento operário, liderado por homens, atua no sentido de fortalecer a função disciplinadora de deslocamento da mulher da esfera pública do trabalho e da vida social para o serviço do lar.
Às mulheres pobres e miseráveis, as fábricas, os escritórios comerciais, os serviços em lojas, nas casas elegantes ou na Companhia Telefônica apreciam com alternativas possíveis e necessárias. Abrem à possibilidade profissionais para as mulheres, visando prepara para a vida profissional, mas sim para exercer sua função essencial.
A esposa dona de casa, mãe de família, guardiã dos céus

Relacionados

  • O alto da compadecida
    6011 palavras | 25 páginas
  • Monografia de direito civil - direito de vizinhança
    6959 palavras | 28 páginas
  • O URBANISMO ESSE (DES)CONHECIDO SABER POLÍTICO SÉRGIO MARTINS
    14906 palavras | 60 páginas
  • Propagandas 1920
    12303 palavras | 50 páginas