Doença Mental e familiar

1413 palavras 6 páginas
1. Justificativa

O processo sucessório se insere nas organizações como uma prática fundamental para que elas identifiquem e preparem os talentos do futuro que irão assegurar a sustentabilidade dos resultados organizacionais. EHLERS (1999) aponta a desvantagem de empresa familiar no que concerne a estruturação no processo sucessório. Para o autor a empresa familiar prefere “acomodar” parentes em cargos, independentemente de suas capacidades e experiências com isto a continuidade da empresa familiar mostra-se ameaçada quase sempre por um sucessor despreparado para assumir a gestão da empresa e pela inexistência de um plano de sucessão. VENTURA (1993) aponta os processos de sucessão mal (ou não) planejados e malsucedidos como as principais causas da vida curta de empresas familiares. Diante deste histórico é de suma importância elaborar um programa de desenvolvimento para líder potencial sucessor.

- Mapear as competencias especificas para o líder.
- Definir as estratégias de operacionalização do programa.
- Definir as estratégias de controle do programa.

pesquisar o que a doença mental desencadeia na família, visto que esta se depara com uma desconhecida e importante função a ser desempenhada neste processo. O projeto terá também como finalidade o enriquecimento da ciência facilitando futuras pesquisas na área, além de proporcionar contribuições pessoais referentes ao conhecimento acadêmico, auxiliando o aperfeiçoamento profissional, e favorecendo a

Relacionados

  • Responsabilidade civil dos inimputaveis por doenca mental
    10539 palavras | 43 páginas
  • Linguagem Familiar e Gírias
    853 palavras | 4 páginas
  • saude ou doença mental
    388 palavras | 2 páginas
  • Saúde mental e transtorno mental
    955 palavras | 4 páginas
  • saúde mental e familia
    2677 palavras | 11 páginas
  • O impacto da morte e da doença grave sobre o ciclo de vida familiar
    1119 palavras | 5 páginas
  • Simulação e Reserva Mental
    4291 palavras | 18 páginas