Drogas do sertão e pecuaria

1292 palavras 6 páginas
-------------------------------------------------
Drogas do sertão
Drogas do sertão é um termo que se refere a determinadas especiarias extraídas do chamado sertão brasileiro na época das entradas e das bandeiras.
O sertão brasileiro era, segundo pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi, o modo como era conhecida a floresta no Brasil.[1]
As "drogas" eram produtos nativos do Brasil, que não existiam na Europa e, por isso, atraíam o interesse dos europeus que as consideravam como novas especiarias.
A foz do rio Amazonas era uma região onde se praticava intenso contrabando. Ingleses, franceses, neerlandeses e irlandeses possuíam interesses nos produtos típicos da região, como ervas aromáticas, plantas medicinais, cacau, canela, baunilha,
…exibir mais conteúdo…

Várias das cidades que temos hoje começaram a partir da fundação de fortes e fortalezas instaladas para evitar a penetração estrangeira.A expansão no centro-sul foi feita pelas expedições conhecidas como bandeiras. Os bandeirantes eram contratados por particulares (senhores) ou pela administração para capturar índios e escravos fugidos que poderiam formar quilombos. Além disso, os bandeirantes procuravam os metais preciosos tão cobiçados. Nessas expedições foram descobertas o ouro

Relacionados

  • A Expansão Das Fronteiras Da Colônia
    2212 palavras | 9 páginas
  • O Nascimento do Mundo Moderno
    1188 palavras | 5 páginas
  • Colonização da américa portuguesa
    1610 palavras | 7 páginas
  • Colonização e formação do território brasileiro
    1564 palavras | 7 páginas
  • Outras Atividades e Expansão Territorial
    1367 palavras | 6 páginas
  • Expansão Territorial Brasileira
    1409 palavras | 6 páginas
  • A formaçao e a ocupação do territorio brasileiro
    856 palavras | 4 páginas
  • Organização político-administrativa na América portuguesa, A economia na América portuguesa e o Brasil holandês e A mineração no Brasil colonial
    2483 palavras | 10 páginas
  • Caio prado jr - formação do brasil contemporâneo (resumo)
    6776 palavras | 28 páginas
  • O mercantilismo e a colonização brasileira
    6085 palavras | 25 páginas