ERGONOMIA APLICADA A ARQUITETURA

1326 palavras 6 páginas
ERGONOMIA APLICADA À
ARQUITETURA

Introdução à Ergonomia:
Por advento da Revolução Industrial no século XX ocorrido na Europa e, posteriormente, no mundo, o tema ergonomia recebeu um devido enfoque.
Através dos problemas e relações do homem com a máquina; a relação do homem com o ambiente físico de trabalho; e a produtividade desejada a fim de que o homem produza cada vez mais, fazem da ergonomia um termo relevante visando promover melhoramentos quanto às respostas motoras, conforto, fadiga, esforço e bem-estar. Vitrúvio, arquiteto e engenheiro romano, durante o período do renascimento elabora princípios arquiteturais sobre a utilidade, beleza e solidez assim como dados antropométricos que posteriormente são desenhados por Da Vinci no seu célebre trabalho
“L’Uomo di Vitruvio” (O Homem de Vitrúvio). A proporcionalidade apresentada pelo pesquisador se refere a medidas do tamanho corporal, tal como a medida obtida entre uma mão até a outra é equivalente à medida da sua altura. A partir desse afirmação, Vitruvio aconselha que o projeto arquitetônico deveria seguir este entendimento de ter a proporcionalidade dos estudos antropométricos. Este é um exemplo evidente que a construção de conceitos, ou concepções, referentes à pessoa portadora de deficiência, é um fator sócio-histórico sedimentado pelos séculos.
Em 1946 o arquiteto Le Corbusier, dentro dos mesmos princípios de Vitruvio, cria o modelo antropométrico conhecido como “O modulor” com dimensões para a escala humana,

Relacionados

  • Resumo - ergonomia do objeto
    2087 palavras | 9 páginas
  • Arquitetura e topografia alveolo dental aplicada
    951 palavras | 4 páginas
  • Ergonomia
    1882 palavras | 8 páginas
  •  COMPUTAÇÃO GRÁFICA APLICADA À ARQUITETURA E URBANISMO
    952 palavras | 4 páginas
  • Ergonomia
    868 palavras | 4 páginas
  • Ergonomia
    3973 palavras | 16 páginas
  • COMO SURGIU A ERGONOMIA
    3625 palavras | 15 páginas
  • Realidade aumentada aplicada na Arquitetura
    8822 palavras | 36 páginas