ESTUDO DE CASO ASMA

2878 palavras 12 páginas
CENTRO UNIVERSITÁRIO PARA O DESENVOLVIMENTO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ

RENAN HILLESHEIM MEES

FARMACOLOGIA I:
ESTUDO DE CASO - ASMA

RIO DO SUL
2013
CENTRO UNIVERSITÁRIO PARA O DESENVOLVIMENTO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ

RENAN HILLESHEIM MEES

FARMACOLOGIA I:
ESTUDO DE CASO - ASMA

Trabalho a ser apresentado para a disciplina de Farmacologia I do curso de Enfermagem, da área das Ciências Biológicas, Medica e da Saúde, do Centro Universitário Para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí.
Professor: Msc. Pablo Albino Pereira

RIO DO SUL
2013
Uma mulher de 45 anos foi internada na emergência devido a uma crise respiratória. Seu histórico, contado por seu marido, mostrou que ela tinha asma desde criança. Inicialmente, a asma era causada pela exposição a pólens e animais domésticos. Mas, recentemente, as crises as asmáticas têm ocorrido sem qualquer causa aparente. A paciente tem usado salbutamol inalatório duas vezes ao dia, há um bom tempo. Há pouco, ela passou a tomar o medicamento de 4/4h. Quando se deu conta, ela estava com a respiração muito "curta e conseguia falar apenas pequenas frases". Estava com dispnéia, e tossindo com muito muco. Ela deu entrada no hospital, e foi tratada com hidrocortisona intravenosa. Foi feita nebulização com fenoterol sob oxigenação. Seu quadro foi melhorando progressivamente, e depois de 72 horas, ela já estava apta a deixar o hospital. O novo tratamento consistia de fluticasona inalatória duas vezes ao dia, salmeterol 2

Relacionados

  • Estudo de caso asma
    2559 palavras | 11 páginas
  • Asma
    2941 palavras | 12 páginas
  • Asma e Bronquite
    8536 palavras | 35 páginas
  • Asma e controle ambiental
    2436 palavras | 10 páginas
  • Asma e Pneumonia
    4338 palavras | 18 páginas
  • Corticoides
    6720 palavras | 27 páginas
  • Asma e bronquite
    4781 palavras | 20 páginas
  • Doenças Respiratórias causadas pela Atividade Mineradora
    4165 palavras | 17 páginas
  • Medicamentos para problemas respiratórios
    2523 palavras | 11 páginas
  • FISIOPATOLOGIA DA FUNÇÃO RESPIRATÓRIA E SUAS ALTERAÇÕES
    5341 palavras | 22 páginas