Economia transnacional

2473 palavras 10 páginas
Fruto da economia globalizada, as transnacionais correspondem às corporações industriais, comerciais e de prestação de serviços que atuam em distintos territórios dispersos no mundo. Nesse caso, ultrapassam os limites territoriais dos países de origem das empresas.
Grande parte das empresas transnacionais é oriunda de países industrializados e desenvolvidos que detêm um grande capital acumulado; o excedente, nesse caso, é direcionado para países em todos os continentes.
Os investimentos dessas empresas são altíssimos, uma vez que a matriz emite os recursos para as filiais localizadas em muitos países pobres. Nesses países, as transnacionais exercem funções importantes como acelerar o desenvolvimento industrial, além de gerar postos de trabalho.
No entanto, essas empresas não têm objetivo social no momento em que se instalam em um determinado país. Pelo contrário, para sua instalação acontecer, o governo oferece uma série de benefícios e incentivos, tais como isenção parcial ou total de tributos, até mesmo dos lucros. Esses países se submetem a essas exigências a fim de atrair novos investimentos estrangeiros e também garantir a permanência das empresas.
As transnacionais estão ligadas à globalização da produção, na qual um único produto pode ter várias origens, isso por que os seus componentes têm origens distintas e são montados em uma determinada localidade do mundo. Esse fluxo produtivo visa unicamente verticalizar os lucros, diminuindo os custos, consolidando-se no

Relacionados

  • Economia
    2982 palavras | 12 páginas
  • Economia
    954 palavras | 4 páginas
  • economia
    1153 palavras | 5 páginas
  • Economia
    1953 palavras | 8 páginas
  • Economia
    1363 palavras | 6 páginas
  • economia
    1860 palavras | 8 páginas
  • Economia
    2038 palavras | 9 páginas
  • A economia global
    2224 palavras | 9 páginas
  • economia
    4271 palavras | 18 páginas