Educação burguesa

1538 palavras 7 páginas
EDUCAÇÃO BURGUESA

As Revoluções e os Primeiros Sistemas Educacionais Burguês
Karini de Sousa Lourenço
Pedagogia – História da Educação
10/2012

RESUMO
Durante os séculos XVI e XVII o continente Europeu viveu um período de grandes transformações sociais, políticas e educacionais. Surge nesse período o homem burguês, proveniente da sociedade feudal e fortemente ligado a organização das cidades e comunas. A nova realidade social traz a necessidade da formação educacional deste homem nas diversas áreas cientificas da época, a fim de lhes dar instrumentos para competir nos mercados comerciais que surgiam de forma grandiosa. Para entender melhor o termo “Educação Burguesa” é necessário saber que o contexto histórico da mesma se
…exibir mais conteúdo…
Com as revoluções burguesas, diante da nova realidade, a educação preconizada no Antigo Regime estava ultrapassada e até o inicio das revoluções burguesas, a escola era privilégio dos nobres, a maioria absoluta da população permanecia à margem do processo educativo formal. As classes sociais compostas operários, camponeses, artesões, pequenos comerciantes, entre outros, não tinham acesso a nenhum tipo de instrução. O inicio do capitalismo industrial forçou as estruturas cristalizadas e hierárquicas do feudalismo e do absolutismo a passarem por um complexo processo histórico de transformação. Segundo Piletti e Piletti (2006, p. 97-98)
A escola que educava os filhos dos nobres e os futuros membros do clero era uma escola voltada para o passado, para a conservação da ordem vigente, que fornecia privilégio as classes dominantes. Dava muita importância a moral e a religião, ao domínio da palavra, ao latim e a outros símbolos da tradição que se queria preserva. Dessa forma, o conhecimento científico que produzia mudanças, era relegado a um segundo plano.

A revolução Industrial através das máquinas e da utilização dos combustíveis fósseis, transformou o mundo do absolutismo e do feudalismo. As relações de produção foram alteradas, criando novas classes sociais. Este fenômeno Sócio/histórico fez com que uma nova consciência de si mesmo e do mundo fosse

Relacionados

  • Fichamento de sociologia pedagogia burguesa pré marxista
    3960 palavras | 16 páginas
  • Fichamento Teoria Marxista da Educação
    5960 palavras | 24 páginas
  • Ditadura no serviço social
    2584 palavras | 11 páginas
  • Estudo dirigido: SAVIANI, Demerval. Escola e Democracia. 31. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1997.
    2089 palavras | 9 páginas
  • Althusser - a escola como aparelho ideológico do estado
    6029 palavras | 25 páginas
  • Resumo do manifesto do partido comunista - karl marx e engels
    1857 palavras | 8 páginas
  • Ditadura e serviço social
    5982 palavras | 24 páginas
  • Resenha o manifesto comunista
    1292 palavras | 6 páginas
  • Burguesia x proletariado
    1650 palavras | 7 páginas
  • As mulheres no brasil impérop
    2941 palavras | 12 páginas