Educação e cultura na era vargas

2041 palavras 9 páginas
Trabalho do 9° ano
Educação e cultura na era vargas

1. Introdução
Getúlio Vargas assumiu o poder em 1930, após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís. Seus quinze anos de governo seguintes caracterizaram-se pelo nacionalismo epopulismo. Sob seu governo foi promulgada a Constituição de 1934. Fecha o Congresso Nacional em 1937, instala o Estado Novo e passa a governar com poderes ditatoriais. Sua forma de governo passa a ser centralizadora e controladora. Criou o DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda) para controlar e censurar manifestações contrárias ao seu governo.
Perseguiu opositores políticos, principalmente partidários do comunismo. Vargas criou a Justiça do Trabalho (1939) instituiu o
…exibir mais conteúdo…
Os militares e boa parte da classe média brasileira, assim, apóia a idéia de um governo mais fortalecido, para espantar a idéia da imposição de um governo socialista no Brasil. Com o apoio militar e popular, Getúlio Vargas derruba a Constituição, e declara o Estado Novo, regime autoritário centrado na ditadura pessoal de Getúlio. O Congresso foi fechado por tropas do Exército, e os partidos políticos foram extintos. Os direitos individuais e as liberdades públicas ficaram sujeitos a pesadas restrições e severa vigilância política, policial e ideológica. O Estado Novo também se caracterizou pelo culto popular do chefe de Estado, Getúlio Vargas, o nacionalismo e o paternalismo trabalhista. Com Vargas, o governo passou a desempenhar um papel mais ativo na economia. À medida que avançava a industrialização, ainda que espontâneo, progredia a divisão social do trabalho e a diferenciação social interna da sociedade brasileira; as classes sociais tornavam-se mais nítidas. Todavia, era preciso enfrentar problemas como a inflação, o desequilíbrio na balança de pagamentos, a insuficiência de oferta de gêneros alimentícios para as populações dos centros urbanos em rápido desenvolvimento. No plano econômico, Vargas continuou sua política nacionalista, estatizante e industrializante. Criaram novas empresas estatais, como a Companhia

Relacionados

  • Prosa, poesia e ficção na Era Vargas
    1076 palavras | 5 páginas
  • A Cultura na Era Vargas
    846 palavras | 4 páginas
  • A ideologia do desenvolvimento de comunidade
    2883 palavras | 12 páginas
  • Quarta republica
    3493 palavras | 14 páginas
  • História e Sedimentação da Tv no Brasil-resenha
    1861 palavras | 8 páginas
  • Menor abandonado
    2124 palavras | 9 páginas
  • Era vargas - contexto historico
    2773 palavras | 12 páginas
  • Defesa Getulio Vargas
    1469 palavras | 6 páginas
  • Periodo democratico no brasil
    2115 palavras | 9 páginas