Efeitos fisiológicos da variação de pressão

10393 palavras 42 páginas
INTRODUÇÃO

Todos nós vivemos no interior da grossa capa de ar que cobre a

superfície do nosso planeta: a atmosfera. Se estivermos numa praia, ao nível do

mar, a pressão da atmosfera sobre nós será aproximadamente a mesma que

uma coluna de mercúrio, com 76 centímetros de altura, exerce sobre a sua base.

Essa pressão, porém, diminui quando subimos ao topo de uma montanha, porque

naquele ponto há menos quantidade de ar sobre nossas cabeças. A 10 000 de

altitude, a pressão atmosférica é muito baixa. Ali há tão pouco ar que não se

pode respirar sem a ajuda de um equipamento de oxigênio. Os aviões que voam

a essas altitudes possuem cabines pressurizadas, que mantêm internamente uma

pressão atmosférica parecida com a que temos ao nível do mar.

A água do mar exerce uma pressão, da mesma forma que a

atmosfera. Nos pontos mais fundos dos oceanos a pressão da água atinge várias

toneladas por centímentro quadrado. Se mergulhássemos até aquelas

profundidades sem uma proteção adequada seríamos esmagados pela pressão

da água.

Como o ar e a água, todos os fluídos exercem pressão. Esse efeito

faz funcionar as máquinas hidráulicas. Na indústria a alta pressão é utilizada em

muitos processos de produção, incluindo a refinação do petróleo e a fabricação

de objetos de matéria plástica. Na vida diária, usa-se o ar sob pressão para inflar

os pneumáticos dos veículos e as bolas dos jogos esportivos.

JUSTIFICATIVA:

Relacionados

  • Principios de acustica
    2414 palavras | 10 páginas
  • APS Termo E Fototerapia
    4106 palavras | 17 páginas
  • fluidos corporais
    1405 palavras | 6 páginas
  • Aaaaaaa
    1464 palavras | 6 páginas
  • sistema tampão
    2361 palavras | 10 páginas
  • Drogas 9º Ano
    935 palavras | 4 páginas
  • Cortisol e aldosterona
    4035 palavras | 17 páginas
  • Resumo AFC - Aspectos Fisiológicos da Atividade de Comissario de Voo
    2930 palavras | 12 páginas
  • Tampoes biologico
    1793 palavras | 8 páginas
  • Manuseamento de produtos hortofrutícolas
    16694 palavras | 67 páginas