Embriologia arcos branquiais

2754 palavras 12 páginas
Embriologia 27/03
Vamos mudar o foco, vamos sair dos nervos, vamos passar para o aparelho branquial também chamado aparelho faríngeo, que é uma estrutura embrionária transitória relacionada com formação de face e de pescoço. Vou ter que remeter umas coisas do sistema nervoso até porque a crista neural contribui bastante aqui. Mas já vamos mudar o enfoque e fica um pouquinho mais ‘facinho’ pra vocês.
Como a estrutura é uma região transitória que só aparece ate a quarta semana, finalzinho da quarta semana talvez fique um pouco abstrato pra vocês, talvez aí encontrem dificuldade.
Concentrem-se na figura.

(mostrando figura) Aqui a cabecinha de um embrião que está virado pra lá. O que seria isso aqui? O olho. Aqui, nessa parte ventral
…exibir mais conteúdo…
A gente está ainda bem nesse comecinho.
Cada arquinho desse vai aparecer dessa maneira rechonchudinha na superfície do embrião devido à migração das células da crista neural. A crista neural migra, lembram-se da 1ª onde de migração no nervo cranial e vai migrar para essa região. Então só aparece ali depois que a crista neural migrou. O ‘recheio’ deles é crista neural. Então ectomesenquima ou mesoectoderme. Crista neural também é chamada de ectomesenquima ou mesoectoderme. Aqui neste caso a crista neural vai formar tecidos que deveriam ser da mesoderme, mas não são.
(Alguém pergunta algo) Só aparece quando a crista neural chega ali. E ela vai ser chamada de ectomesenquima ou mesoectoderme. Exemplo; os arcos branquiais vão formar a face. O primeiro par de arcos vai formar a face. E essa crista neural dentro do arco vai formar os ossos da face. Osso não é um tecido da mesoderme? Só que quem está formando osso aqui é a crista neural, e a crista neural é mesoderme? Não, ela vem do tubo neural que é ectoderme. Então é um ponto, uma exceção na qual vou ter tecido ectodérmico formando um tecido que deveria ser da mesoderme. Osso da face, músculo.
(Alguém pergunta algo) Mesoectoderme por causa disso. São células que vieram da ectoderme e quando chegam ali vão começar a se comportar como se fossem mesoderme.
(Alguém pergunta algo) Não. É quando elas chegam ali. Algumas se diferenciam em músculo, outras em osso, outras em vaso sanguíneo.
Agora vejam

Relacionados

  • Embriologia
    852 palavras | 4 páginas
  • Embriologia
    1220 palavras | 5 páginas
  • embriologia
    7031 palavras | 29 páginas
  • resumo arcos faringeos
    1306 palavras | 6 páginas
  • EMBRIOLOGIA
    2115 palavras | 9 páginas
  • Arcos
    10718 palavras | 43 páginas
  • Embriologia
    3550 palavras | 15 páginas
  • Embriologia
    961 palavras | 4 páginas
  • Embriologia
    2518 palavras | 11 páginas
  • embriologia
    1475 palavras | 6 páginas