Ensaio K1C

1659 palavras 7 páginas
Ensaio DE TENACIDADE À FRATURA (KIc)

Ana Carolina Villela Vieira dos Santos RA: 131325026
Luciano Pennella RA: 131325036
;Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá - UNESP; Turma 341 L

Resumo: O ensaio de Tenacidade á Fratura consiste na aplicação de uma força ou tensão de tração ou flexão em um corpo-de-prova confeccionado com um entalhe e uma pré-trinca obtida por fadiga, utilizando um ponto de triaxialidade ou de concentrador de tensões. Segundo os resultados do ensaio na forma de curvas, é possível determinar o valor da intensidade de tensão que causa o crescimento de trinca e a consequente fratura do material. Entre os principais parâmetros intrínsecos que exercem influência na tenacidade á fratura dos materiais,
…exibir mais conteúdo…
[3]
Onde:
F = fator de forma σ = tensão. a = tamanho da trinca.

Dado o valor de K, verifica-se se o material está num estado triaxial de deformação, no qual KQ = K1C, aplicando-se a equação 4.

[4]
Onde:
b = espessura do cdp a = distância do encaixe do cdp até a ponta da trinca
(w-a) = tamanho do ligamento não trincado h = metade da altura do cdp = tensão de escoamento do material

Outra condição necessária para MFLE seja aplicável em estado de deformação plana, é que a razão entre o Pmax , que é a carga máxima aplicada, e o Pq deve ser menor ou igual 1,1.
Se essas condições são válidas, então a mecânica da fratura linear elástica (MFLE) é aplicável, e assim pode-se determinar o tamanho da zona de deformação plástica à frente da trinca. Porém se as condições não forem satisfeitas utiliza-se então a equação referente ao estado triaxial de tensões, no qual KQ, KC = K1C o qual pode ser verificado através da equação 5.

[5]

Assim, a MFLE é aplicável e então pode-se determinar, por meio de equações, o tamanho da zona de tensão elástica ou da zona de deformação elástica, dependendo qual tipo a trinca segue.
Caso a fratura ocorra por deformação plana (respeita a equação [4]) então a zona plástica é calculada pela equação 6.

[6]

Caso a fratura siga tensões planas (respeitam a equação [6]), então a zona

Relacionados