Ergonomia e Fisiologia do trabalho

8198 palavras 33 páginas
Aula de Fisiologia/Ergonomia de dia 6/05/2013
Vamos começar pelos sistemas energéticos. A fisologia do trabalho é uma ligeira variação da fisologia do exercício. Os autores que escrevem sobre fisiologia do exercício também escrevem sobre fisiologia do exercício.
Ergonomia, é a ciência que estuda o trabalho que é diferente de ergometria que define a medição do trabalho. A ergonomia é uma ciência multidisciplinar e, é neste conceito multidisplinar que também a vamos estudar, isto é estuda as relações homem-homem, homem máquina e homem ambiente. Ergonomia adapta o trabalho ao homem e não o trabalhador ao trabalho. O Príncipio base é este: adaptar o trabalho ao trabalhador, apesar de nos dias de hoje parecer o contrário. Vamos então
…exibir mais conteúdo…
Um trabalhador se trabalha só de vez em quando, não é propriamente a recibos verdes ( não tem tempo para ganhar nada), portanto o ideal é mesmo rendimento em que o estímulo é colocado quando o índividuo está no máximo de ganho. Vejam que isto é a base do treino desportivo, um treinador tem que estudar os treinos e os jogos alternadamente para que os jogadores recuperem correctamente, mas também se treinarem poucas vezes (1 a 2vezes/semana) também não ganham grande coisa, pois partece que é sempre a primeira vez. Agora também a fazer treinos intensos, vários dias e depois os jogos, é lógico que vão entrar em fadiga crónica. E aqui está a ciência do treinador. Ex. Jorge jesus, que não rodava os jogadores e estes entravam em fadiga crónica.
São os príncipios do exercício, do treino, do trabalho que é a sobrecarga, isto é, se vocês se limitam a levantar um kilo por dia é certo que não vão ganhar nada, isto se começam a dquirir uma certa capacidade tem de se aumentar a carga, vai haver uma reacção a essa carga e assim progressivamente. É o principio do over-over da sobrecarga que é fundamental para ganhar qualquer coisa. No trabalho não interessa muito o que é especificidade, e a especificidade é treinar o que é preciso, o segmento que é preciso. Em desporto por exemplo um ciclista não vai treinar os membros superiores, pois não terá grande rendimento. Por isso é treinar o aumento e depois o seu segmento. Isto dá para todos, ganha-se com o

Relacionados

  • Ergonomia e segurança no trabalho - periculosidade
    2973 palavras | 12 páginas
  • Trabalho ergonomia - riscos ergonomicos e melhorias
    879 palavras | 4 páginas
  • trabalho de biologia fisiologia e anatomia humana
    1085 palavras | 5 páginas
  • Ergonomia do Trabalho
    698 palavras | 3 páginas
  • Ergonomia - jornada de trabalho, turnos, trabalho noturno e alimentação
    3733 palavras | 15 páginas
  • Trabalho sobre Fisiologia do Cabelo e couro cabeludo
    11242 palavras | 45 páginas
  • Anatomia e Fisiologia dos Mamíferos
    2902 palavras | 12 páginas
  • Ergonomia e segurança no trabalho
    1870 palavras | 8 páginas
  • Ergonomia e Segurança no Trabalho
    5992 palavras | 24 páginas
  • Ergonomia: conceitos e aplicação prática nos ambientes de trabalho
    3452 palavras | 14 páginas