Escola controlista

3960 palavras 16 páginas
Escolas de Contabilidade - Controlista
Escola Controlista

Para Fabio Besta (1880) a contabilidade representava a ciência do controle econômico. Este autor considerava que o controle econômico se compunha de duas partes: uma responsável pelo registro contábil dos momentos da administração econômica e sua efetivação por meio de escrituração e a outra representava a revelação das partidas dobradas dos fatos administrativos em conexão com os critérios organizacionais articulados de acordo com os mecanismos de controle inerentes à escrituração contábil.

Na visão dos controlistas, os balanços, as contas, os orçamentos, as demonstrações de resultados, etc., representavam uma forma de controle da riqueza dos organismos econômicos.

Besta
…exibir mais conteúdo…
Com a divergência dessas idéias contribuiu-se positivamente para o pensamento humano.

Na Contabilidade, os debates entre os três grandes da época: Cerboni, Rossi (personalistas) e Besta (Controlista), fizeram história, principalmente no 1º Congresso Italiano de Contabilidade, realizado em Roma, em 1879, no confronto entre as escolas científicas, o que fez Besta à fazer o seu discurso já citado anteriormente.

Fábio Besta, afim de criar novas formas de estudos da Contabilidade, contribuiu muito para o desenvolvimento da ciência Contábil.

Besta causaria influências nos pensamentos dos estudiosos do Século XX.

Sua obra mais importante é La Ragioneria, em três volumes.

Com os pensamentos de Besta formou-se a Escola de Veneza, a qual mais tarde contribuiu para o conhecimento contábil destacando Vittorio Alfieri, Pietro Rigobon, Francesco de Gobbis, Vincenzo Vianello, entre outros com obras muito importantes publicadas.

Não se pode excluir os pensamentos dos personalistas os quais auxiliaram, também, muito o desenvolvimento da Contabilidade.

A obra de Fábio Besta e suas Razões Científicas - Fábio Besta admitiu a importância do “controle da riqueza aziendal”.

Besta afirmava : “a riqueza pertinente a uma azienda forma a substância ou patrimônio àquela legado e todo azienda possui substância, seja pequena ou grande”. Com isso ele queria dizer que a dinâmica da riqueza, afirma que a satisfação das necessidades através dela gera um sem número de

Relacionados

  • Escola controlista
    3302 palavras | 14 páginas
  • escola controlista ou veneziana
    1338 palavras | 6 páginas
  • Escola contista e controlista
    2392 palavras | 10 páginas
  • Escola controlista: evolução e suas contribuições no processo econômico e financeiro da riqueza aziendal
    2741 palavras | 11 páginas
  • Controlismo
    1104 palavras | 5 páginas
  • Escola contista
    857 palavras | 4 páginas
  • A marcha do proletariado e a contramarcha da burguesia: o surgimento do serviço social
    1400 palavras | 6 páginas
  • Planejamento familiar
    9678 palavras | 39 páginas
  • O surgimento do serviço social
    2865 palavras | 12 páginas