Estudo de caso clínico esquizofrenia

3569 palavras 15 páginas
Academica de enfermagem

Estudo de Caso Clínico
Aluna: Luciana Braga Saraiva
Saúde Mental
INTRODUÇÃO
A esquizofrenia foi inicialmente descrita como doença no final do século XIX pelo psiquiatra alemão Emil Kraepelin. Na época, ele chamou-a de Demência Precoce, pois as pessoas acometidas por ela, na sua maioria jovens, exibiam um comportamento regredido e desorganizado, que lembrava os idosos portadores de demência, como a Doença de Alzheimer. Contudo, a alcunha de doença degenerativa acompanhou a esquizofrenia por muitas décadas. Com um arsenal terapêutico limitado, a doença encheu vários hospitais em todo o mundo, a ponto de ter o maior índice de hospitalização. A esquizofrenia acomete cerca de 1% da
…exibir mais conteúdo…
Em um esforço para classificar os pacientes em grupos mais uniformes, foram propostos subtipos de esquizofrenia. No entanto, em um mesmo paciente, o subtipo pode mudar no decorrer do tempo. A esquizofrenia paranóide é caracterizada por uma preocupação com os delírios ou alucinações auditivas. A fala desorganizada e as emoções inadequadas são menos proeminentes. A esquizofrenia indiferenciada é frequentemente caracterizada por sintomas de todos os grupos: delírios e alucinações, distúrbio do pensamento e comportamento estranho e sintomas de déficit ou negativos. Mais recentemente, a esquizofrenia foi classificada de acordo com a presença e gravidade dos sintomas negativos ou de déficit. Na Esquizofrenia desorganizada incluem-se os doentes que têm problemas de concentração, pouca coerência de pensamento, pobreza de raciocínio, discurso infantil. Por vezes, fazem comentários fora do contexto e desviam-se totalmente do tema da conversação. Expressam uma falta de emoções pouco apropriadas, riem-se às gargalhadas em ocasiões solenes, choram por nenhuma razão particular, etc, enfim, caracteriza-se por expressão desorganizada, comportamento desorganizado e emoções diminuídas ou inapropriadas. A Esquizofrenia catatônica é

Relacionados

  • Estudo de caso paciente caps
    1564 palavras | 7 páginas
  • questionário de saúde mental
    3703 palavras | 15 páginas
  • Monografia esquizofrenia
    9462 palavras | 38 páginas
  • O cuidado de Enfermagem a pacientes postadores de esquizofrenia em urgencia e emergencia
    5254 palavras | 22 páginas
  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PACIENTE COM ESQUIZOFRENIA: UM ESTUDO DE CASO
    2557 palavras | 11 páginas
  • Estudo de caso sobre esquizofrenia
    3440 palavras | 14 páginas
  • Comportamento desajustado
    2538 palavras | 11 páginas
  • Sindromes psicoticas
    3931 palavras | 16 páginas
  • Dopamina
    4261 palavras | 18 páginas
  • A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NO TRATAMENTO DO PORTADOR DE ESQUIZOFRENIA
    18806 palavras | 76 páginas