Evolução dos mobiliarios por uma linha do tempo - Brasil - (salao de beleza)

1463 palavras 6 páginas
Evolução do mobiliario por uma Linha do Tempo

A história do mobiliário acompanha a sua história política, social e artística até à atualidade.

O Museu da Casa Brasileira (MCB) se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas o Museu expõe em sua coleção permanente exemplares do mobiliário dos séculos XVII ao XXI.

Ao longo do tempo, o mobiliário foi evoluindo consoante as necessidades humanas, a capacidade técnica e a sua sensibilidade estética. Deste modo a sua caracterização varia muito de acordo com a região e a época, podendo-se fazer uma divisão por períodos ou estilos que se inserem mais ou menos dentro dos grandes movimentos da história da arte.

SÉCULO XVIII – XIX – XX (PHARMACIA E BARBEARIAS DA ÉPOCA)

SÉCULO XX E XXI (barbearias e salão de beleza)

Nestas imagens há quem deseja empregar conceitos baseados nos estilos Vintage e Retro, nota-se que na maioria em barbearias este estilo é usado. O mobiiliario robusto e pesado, bem como as cores da época ficam bem marcados.

Salões de beleza na atualidade, em sua maioria uso de peças de mobiliário em formas retas, poucas cores, tons claros, emprego de muitos espelhos e muita iluminação. Sofisticação e glamour em muitos deles. Para este mercado uma gama enorme de produtos e muita diversidade no que diz respeito a cadeiras, muito cromado, couro ou

Relacionados

  • Tendências mobiliário 1950~2000
    4355 palavras | 18 páginas
  • Trabalho Hotel
    18417 palavras | 74 páginas
  • Plano industrial sobre industrial vida bela cosmeticos
    16683 palavras | 67 páginas
  • A Importancia do Treinamento dos Montadores para Melhoria da Montagem dos Móveis Planejados do Grupo WW da empresa Dell Anno
    12492 palavras | 51 páginas
  • APOSTILA GUIA DE TURISMO 2014
    19251 palavras | 77 páginas
  • Plano de marketing
    15705 palavras | 63 páginas
  • Sonia Luyten Org Historias Em Quadrinhos Leitura Critica
    19233 palavras | 77 páginas
  • Erasmo Xavier e sua arte modernista para a revista Cigarra (natal/RN, 1928-1930)
    19872 palavras | 80 páginas