Evolução dos repteis

1716 palavras 7 páginas
A evolução fez répteis adquirirem penas Fóssil de enantiornithes, do período cretáceo. |

A relação de parentesco da classe Aves com a Reptilia (répteis) cria polêmica na comunidade científica desde os anos 1860. O biólogo inglês Thomas Henry Huxley foi um defensor ferrenho das teorias evolucionistas de Darwin - tanto que ficou conhecido como "o Buldogue de Darwin". Foi Huxley o primeiro a afirmar que as aves nada mais são do que "répteis glorificados".

O pesquisador ficou tão impressionado com a quantidade de semelhanças entre aves e répteis, que chegou a criar uma classificação única para esses animais: o grupo dos Sauropsida. Mas, nessa hora, ele errou a mão: e essa confusão atrapalhou a forma como foram
…exibir mais conteúdo…
Foi Huxley o primeiro a afirmar que as aves nada mais são do que "répteis glorificados". ar - lembre-se que aves como o avestruz também não voam. Esses fósseis possuíam dois tipos de penas: plúmulas e penas com vexilos, que são as penas de contorno.

Os ornitólogos (estudiosos de aves) distinguem cinco tipos de penas: de contorno (que recobrem o corpo e também são penas de vôo), semiplumas, plúmulas de vários tipos (relacionadas ao isolamento térmico), cerdas e filo plumas (com função sensorial).
Aves e dinossauros em uma só linhagem
A comparação entre os fósseis de Liaoning e as aves modernas revela que os dromeossauros possuíam algum controle sobre o calor do corpo e que estavam desenvolvendo penas para o vôo. Os dromeossauros e as aves modernas são muito semelhantes em vários aspectos anatômicos, razão pela qual a maior parte dos estudiosos no assunto concorda que as aves evoluíram de dinossauros terópodos.

Não há mais dúvidas: a classe Aves é uma linhagem especializada dos dromeossauros, os quais eram predadores bípedes e cursores. Então, evolutivamente, as aves se desenvolveram a partir de predadores terrestres - os dromeossauros -, passaram para dinossauros basicamente terrestres de vôo batido (o Caudipterix), e chegaram ao Archaeopterix.

Esse, por sua vez sofreu mutações que originaram o Iberomesornis, o dinossauro arborícola. Da mesma maneira, o Ibero

Relacionados

  • Questões comentadas de Evolução -BIOLOGIA
    2403 palavras | 10 páginas
  • vertebrados
    4174 palavras | 17 páginas
  • evolução dos seres vivos
    1544 palavras | 7 páginas
  • Relatorio de anfibios repteis aves
    5241 palavras | 21 páginas
  • Filo Chordata
    1408 palavras | 6 páginas
  • 8eb70dbc820d6230bf072a62129ed6b2
    7544 palavras | 31 páginas
  • Biologia - aves, répteis, peixes, mamiferos e anfibios
    1924 palavras | 8 páginas
  • Origem e evolução dos vertebrados
    3856 palavras | 16 páginas
  • Evolucionismo - a farsa de charles darwin
    2551 palavras | 11 páginas
  • Introdução aos cordados
    2307 palavras | 10 páginas