Fichamento Vizentini A Guerra Fria cap.

3946 palavras 16 páginas
FICHAMENTO
VIZENTINI, Paulo Fagundes. A Guerra Fria: o desafio socialista à ordem americana. Ed. Leitura XXI
“o crescimento do capitalismo norte-americano ocorreu em grande parte sobre as ruínas dos outros capitalismos, aliados e rivais. A derrota do nazi-facismo marcou o triunfo de uma forma de capitalismo moderno e cosmopolita – sob a hegemonia dos EUA – contra um capitalismo marcado por contornos retrógrados de dominação social e de inserção no mercado mundial.”(p.66)
“A URSS (...) gozava de imenso prestígio diplomático e militar, tendo seus interesses reconhecidos em uma esfera de influência junto as suas fronteiras europeias.(...)a URSS mantinha um comportamento tático nas relações internacionais e agia nos moldes da diplomacia
…exibir mais conteúdo…
O ‘capitalismo internacionalista’ norte-americano opunha-se aos capitalismos aliados e rivais que monopolizavam a exploração de impérios coloniais ou o domínio econômico sobre determinadas regiões. Assim, a guerra serviu para derrotar os capitalismos de expressão regional (Alemanha, Itália e Japão) e para enfraquecer as velhas metrópoles coloniais europeias (...).”(p.69)
“As Conferências de Yalta e Postdam constituíram o fórum de discussão das questões sobre a reorganização do pós-guerra. As origens da Guerra Fria encontram-se, em grande parte, nas divergências entre os aliados ocidentais e os soviéticos acerca dessas questões. (...) A decisão de manter a Grande Aliança até a derrota completa do Eixo fez de Yalta o ápice da colaboração entre EUA e URSS, estabelecendo áreas de influência entre ambos em algumas regiões - e não a ‘partilha do mundo’.”(p.69-70)
“Yalta promoveu, concretamente, um acordo pelo o qual os países limítrofes com a URSS na Europa não deveriam possuir governos antissoviéticos, como forma de garantir suas fronteiras ocidentais (...). Além disso, o reconhecimento da influência soviética na estreita faixa de países pobres da Europa Centro-Oriental, enquanto o resto do planeta permanecia sob o domínio do capitalismo, evidencia o exagero da expressão ‘partilha do mundo’.”(p.70)
“As bombas atômicas lançadas sobre o Japão à beira da rendição eram

Relacionados

  • Guerra fria
    4732 palavras | 19 páginas
  • Guerra Fria - Esportes e HQs
    1200 palavras | 5 páginas
  • Guerra fria com bibliografia
    4506 palavras | 19 páginas
  • a ultima fase da guerra fria
    1086 palavras | 5 páginas
  • Guerra Fria pronto !
    7417 palavras | 30 páginas
  • A Guerra Fria e seus reflexos
    1796 palavras | 8 páginas
  • Guerra Fria
    1063 palavras | 5 páginas
  • Fim da guerra fria
    2716 palavras | 11 páginas
  • influencia da guerra fria no cinema e quadrinhos
    6087 palavras | 25 páginas
  • Guerra fria
    1558 palavras | 7 páginas