Fichamento o princípio de autodeterminação no serviço social: visão fenomenólogica

1557 palavras 7 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS LETRAS E ARTES
DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL
FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL III
PROF: ANA PAULA
DISCENTES:
JOACIL VENANCIO
SYNARA MARIA DE LIMA
ROSEMARY GOMES DA SILVA

FICHAMENTO
O PRINCÍPIO DE AUTODETERMINAÇÃO NO SERVIÇO SOCIAL: VISÃO FENOMENÓLOGICA

O PRINCÍPIO DE AUTODETERMINAÇÃO NO SERVIÇO SOCIAL:
VISÃO FENOMENOLÓGICA
PAVÃO, Ana Maria Braz. - 3ed. – São Paulo: Cortez, 1984

O texto [...] pretende compreender como aparece, na prática, do profissional do assistente social, o princípio de autodeterminação. [...]o assistente social necessita de uma dimensão filosófica que contribui para maior
…exibir mais conteúdo…
(p.18)
O conceito de intencionalidade mostra a existência do homem e mundo coexistindo. O homem não existe sem o mundo e o mundo não existe sem o homem, sendo impensáveis homem e mundo separados um do outro. (p.18)
A marca da intencionalidade está presente desde o momento da percepção de um fenômeno até o final do processo, quando o sujeito ,na sua totalidade vivencia o fenômeno e se posiciona no mundo [...]. (p.18)
[...] a intencionalidade engloba todos os tipos vividos: cognitivos ou teóricos , afetivos ou práticos , podendo haver predominância de uns em relação aos outros , embora sempre haja , em grau de latência , a presença das instâncias não dominante.s(19.
Para Husserl, eidos ou essência é a estrutura invariante cuja presença permanente define a essência do objeto. As essências referem-se ao sentido do ser do fenômeno. (p.20)
Assim, somente depois de refletir sobre os fenômenos percebidos, é que o homem é capaz de descrever os aspectos essenciais desse fenômeno. (p.21)
Portanto, compreender um ato humano supõe localizá-lo na totalidade da experiência, com suas conexões e inter-relações, compreendendo, assim, a plenitude de sua significação. (p.21)
A fenomenologia, como postura reflexiva, tenta estabelecer precisamente a problemática das ciências do homem, ao nível fundamental de elaboração conceitual. A reflexão manifesta-se, então, como uma função do intelecto, pertencente ao mundo temporal e

Relacionados