Fichamento sobre a obra: APRENDER ANTROPOLOGIA de François Laplantine

1430 palavras 6 páginas
Fichamento sobre a obra: APRENDER ANTROPOLOGIA de François Laplantine

“A abordagem antropológica de base (...), provém de uma ruptura inicial em relação a qualquer modo de conhecimento abstrato e especulativo, isto é, que não estaria baseado na observação direta dos comportamentos sociais a partir de uma relação humana” p. 149
“Não se pode, de fato, estudar os homens à maneira do botânico examinando a samambaia ou do zoólogo observando o crustáceo; só se pode fazê-lo comunicando-se com eles: o que supõe que se compartilhe sua existência de maneira durável ou transitória” p. 149
“A etnografia (...) não consiste apenas em coletar, através de um método estritamente indutivo, uma grande quantidade de informações, mas em impregnar-se
…exibir mais conteúdo…
No campo, tudo deve ser observado, anotado, vivido, mesmo que não diga respeito diretamente ao assunto que pretendemos estudar” p. 156
“De um lado, o menor fenômeno deve ser apreendido na multiplicidade de suas dimensões (...) de outro, só adquire significação antropológica sendo relacionado à sociedade como um todo na qual se inscreve e dentro da qual constitui um sistema complexo” p. 156
“É a razão pela qual toda abordagem que consistir em isolar experimentalmente objetos não cabe no modo de conhecimento próprio da antropologia, pois o que esta pretende estudar é próprio contexto no qual se situam esses objetos, é a rede densa das interações que estas constituem com a totalidade social em movimento” p. 156
“A antropologia (...) permanece, a meu ver, dentro do espaço da cultura científica, um lugar privilegiado a partir do qual ainda se pode perceber que toda prática hiperespecializada, através da fragmentação e do desmembramento que impõe ao real, acaba destruindo o próprio objeto que pretendia estudar” p. 157
“Essa preocupação que tem a antropologia de dar conta, a partir de um fenômeno concreto singular, do multidimensionamento de seus aspectos e da totalidade complexa na qual se inscreve e adquire sua significação inconsciente, está relacionada à abordagem menos diretiva e programática da própria prática etnográfica” p. 158
“A prática da antropologia finalmente, baseada sobre uma extrema proximidade da realidade social

Relacionados