Filósofos e suas teorias - resumo

2427 palavras 10 páginas
“Filósofos e suas Teorias” Tales de Mileto (624 – 550 ªC.), grego. Expoente do “monismo”; é considerado o primeiro filósofo ocidental. Anaximandro de Mileto (611-547 ªC.), grego. Deu continuidade à busca de “Tales” da substância universal, argumentando que tal substância não precisa se parecer com nenhuma outra conhecida. Heráclito de Éfeso (533-475 ªC.), grego. Opô-se ao conceito de uma realidade única e dizia que a única coisa permanente é a mudança. *Empédocles de Agrigento (c. 490-430 ªC.), grego. Acreditava que havia quatro substâncias irredutíveis (água; fogo; terra e ar) e duas forças (amor e o ódio). Parmênides de Eléia (c. 495 ªC.), grego. Membro da escola eleática, e formulou a doutrina básica do …exibir mais conteúdo…
Judeu, estudioso de Aristóteles que tentou combinar o ensinamento “aristotélico com o bíblico”. São Tomás de Aquino (1225 – 74). Filósofo escolástico italiano que estabeleceu um paralelo entre Aristóteles e a Escritura, com base na concepção de que a fé e a razão são concordantes. Sua doutrina filosófica é conhecida como tomismo.

“Início do Período Moderno”

Desidério Erasmo (1466 – 1536), holandês. O maior dos humanistas, ajudou a difundir idéias renascentistas no norte da Europa. Nicolau Maquiavel (1469 – 1527), italiano. Maquiavel colocava o Estado como o poder supremo nos assuntos humanos. Seu livro “O Príncipe” trouxe-lhe reputação pelo cinismo amoral. Francis Bacon (1561 – 1626). Estadista e filósofo da ciência inglesa. Em seu principal trabalho, “Novum Organum”, Bacon buscou renovar o sistema indutivo de lógica na interpretação da natureza. Thomas Hobbes (1588 – 1626). Materialista inglês que acreditava ser a guerra o estado natural do homem. Em “Leviatã”, Hobbes traçou uma teoria de governo humano em que o estado e a subordinação do homem a ele formam a única solução para o egoísmo humano. René Descartes (1596 – 1650). Dualista, racionalista e teísta francês cujo sistema “cartesiano” é a base de grande parte da filosofia moderna. Desenvolveu uma teoria de conhecimento que fundamenta a ciência e a filosofia modernas, com base na certeza da proposição “Penso, logo existo”.

Relacionados

  • O brincar e suas teorias
    987 palavras | 4 páginas
  • Perguntas e respostas sobre a historia da administraçao e suas teorias
    693 palavras | 3 páginas
  • A ANTROPOLOGIA E SUAS TEORIAS ACERCA DAS CULTURAS
    3529 palavras | 15 páginas
  • A relacao dos filosofos com as teorias educacionais
    6197 palavras | 25 páginas
  • Referencias do Livro O brincar e suas teorias
    268 palavras | 2 páginas
  • Teoria Malthusiana e suas implicações no Agronegócio
    831 palavras | 4 páginas
  • Resumo ECOLOGIA ORGANIZACIONAL E TEORIA DE REDES
    3443 palavras | 14 páginas
  • Resumo - A Teoria da Complexidade e sua relação com a Comunicação Organizacional
    2121 palavras | 9 páginas
  • Resumo de A Agronomia entre Teoria e a Ação
    531 palavras | 3 páginas
  • Resumo do livro O brincar e suas teorias
    1094 palavras | 5 páginas