Filho sonhado x filho ideal

4459 palavras 18 páginas
LYÉGIE LYS RODRIGUES BARANCELLI

FILHO SONHADO X FILHO REAL

Mafra
2012

1.0 O filho Ideal

A maternidade é muito mais que um evento biológico, é um ciclo de extrema importância na vida da mulher, cuja mesma pode vir a atingir novos níveis de integração e desenvolvimento da personalidade, onde ocorrem profundas alterações psíquicas e biológicas. A gravidez provoca na mãe uma regressão natural e uma identificação acentuada com o filho, fazendo-se necessária esta identificação para motivar a mãe a suportar as dores e incômodos desta fase. Neste período o pensamento mágico aparece com muita freqüência. A família projeta no novo membro todos os seus sonhos, ideais, faltas e vivências anteriores, a mãe em especial realiza uma identificação ainda maior com o seu bebê, fazendo com que este faça parte do seu próprio corpo, ou seja, construindo a imagem do seu filho a partir de si mesma. Alguns autores relatam que o nascimento de um filho ocupa o lugar entre os sonhos perdidos da mãe, bem como a recompensa ou repetição de sua própria infância, onde o filho sonhado já nasce com a missão de fazer diferente o que na história real da mãe foi julgado deficiente ou de prolongar aquilo que ela teve de renunciar. O nascimento de uma criança é sonhado muito antes de sua concepção, as meninas brincam de boneca já projetando características como se aquele brinquedo fosse realmente seu filho,

Relacionados

  • Resenha do livro: ética para meu filho
    3457 palavras | 14 páginas
  • Resenha Histórias de Mãe Filho
    894 palavras | 4 páginas
  • Modelo Lógico Subsuntivo - Anizio Gavião Filho
    3273 palavras | 14 páginas
  • A adolescência, pais e filhos, conflitos e contradições.
    1301 palavras | 6 páginas
  • O quarto do filho
    1018 palavras | 5 páginas
  • Resenha: lula o filho do brasil
    339 palavras | 2 páginas
  • Petição Inicial Divorcio Litigioso sem Filhos e Bens
    815 palavras | 4 páginas
  • resumo do livro os filhos da droga
    1039 palavras | 5 páginas
  • ALIMENTOS A FILHOS MAIORES À LUZ DA JURISPRUDÊNCIA BRASILEIRA
    4908 palavras | 20 páginas