Filosofia Medieval

7428 palavras 30 páginas
aprovado
Um marco histórico: A filosofia medieval

Priscilla Harumi Yoshy Pacheco*

RESUMO: Este artigo pretende fomentar por meio de pesquisas, o estudo da Filosofia Medieval, que caracterizou um marco na história da humanidade e continua sendo objeto de estudos na atualidade. Estudar a Filosofia Medieval é permitir esse contato com a história da combinação entre o antropocentrismo e o teocentrismo, ou seja, o norteamento para a compreensão entre fé e a razão. A Filosofia Medieval amplia suas raízes e caracteriza um período de abertura a criticidade, e é nesse panorama histórico que o pensamento filosófico se desenvolve.

PALAVRA-CHAVE: Patrística; Filosofia; Fé; Razão;

INTRODUÇÃO

Ontem à noite, já em minha cama, de luz apagada sentindo aquele agradável relaxamento que antecede o sono, entregue a devaneios, quase sonhos, fui violentamente trazida de volta a realidade por estranho ruído. Seria uma porta batendo? Alguém teria entrado em minha casa? Algo que caíra lá fora? O salto de um gato descuidado? Ou será que minha imaginação teria pregado uma peça em meus sentidos quase adormecidos? O ruído teria sido real ou imaginário?
Como saber? Ou como conhecer? É uma das perguntas fundamentais que vem perseguindo o ser humano desde que o homem é homem. (ARANHA,2003, p. 48)

Para muitos o período Medieval é caracterizado como período das trevas onde a consciência permanece de forma estática e não há dinamismo na forma crítica do pensar dos filósofos

Relacionados

  • Filosofia medieval
    1932 palavras | 8 páginas
  • Filosofia medieval
    2509 palavras | 11 páginas
  • A filosofia medieval de santo agostinho
    3845 palavras | 16 páginas
  • Resumo sobre filosofia antiga e medieval
    1932 palavras | 8 páginas
  • Questões sobre o livro filosofia medieval
    731 palavras | 3 páginas
  • Filosofia antiga e medieval
    1694 palavras | 7 páginas
  • Filosofia cristã
    1205 palavras | 5 páginas
  • Filosofia e etica
    1627 palavras | 7 páginas
  • Cultura medieval
    1330 palavras | 6 páginas
  • O nome da rosa
    1385 palavras | 6 páginas