Filosofia moral

858 palavras 4 páginas
São aquelas atitudes e ações que realizamos baseados em preceitos que dizem respeito anós mesmos. Ou seja, é frutos da educação, orientação, que recebemos da família, doambiente onde vivemos. São preceitos introjetados, interiorizados como o que deveorientar uma vida de bem. O sujeito moral é aquele que ao responder a pergunta “ comodevo viver
?”, o faz com a pretensão de que a sua resposta tenha validade universal, possa ser seguida por todos.A norma moral é resultado da coação (indução, pressão) interna. Ela advém daconsciência.
O que são normas jurídicas?
São normas resultantes do Direito, da aplicação de leis, feitas com o intuito de regular avida na sociedade. As normas jurídicas não precisam de adesão interna, bastando apenasque
…exibir mais conteúdo…
Ou seja, são os limites que o homem

estabelece para si nas suas ações e intervenções na realidade e na convivência nasociedade. O senso moral, a consciência moral, é aquilo que faz com que a minha açãotenha por parâmetro a referência o respeito à liberdade do outro e a responsabilidade econsciência de que isso significa também não fazer ao outro o que não gostaria quefizesse a mim.Assim, a integridade moral de uma pessoa tanto mais alta é quanto mais ela

Relacionados

  • Etica a filosofia moral
    2016 palavras | 9 páginas
  • Filosofia ética e moral
    1250 palavras | 5 páginas
  • Introdução a filosofia moral
    3209 palavras | 13 páginas
  • Ética, Filosofia Moral e Liberdade
    6995 palavras | 28 páginas
  • Trabalho filosofia - ética e moral
    1950 palavras | 8 páginas
  • Ética ou filosofia moral (marilena chauí)
    851 palavras | 4 páginas
  • Para que serve a filosofia?o que é ética e moral?
    809 palavras | 4 páginas
  • Resenha a existência ética - marilena chaui
    924 palavras | 4 páginas
  • Ficha de leitura - michel villey
    1882 palavras | 8 páginas