Filosofia - stuart mill e john locke

1409 palavras 6 páginas
A FILOSOFIA MORAL UTILITARISTA
(STUART MILL)
A FILOSOFIA MORAL UTILITARISTA
(STUART MILL)

7 - Caracterize a ética de Stuart Mill

O utilitarismo é a corrente ou doutrina filosófica que avalia a moralidade de uma ação não pela intenção mas pelas vantagens ou desvantagens que os efeitos comportam. Nesse sentido o que permite definir se uma ação é boa ou má são as suas consequências (ética consequensialista).
O que permite definir se uma ação é boa ou má são as suas CONSEQUÊNCIAS: se as consequências forem positivas, isto é, se trouxerem vantagens, então a ação é boa; se as consequências forem negativas, por trazerem desvantagens então a ação é má.
A finalidade suprema de todas as nossas as ações, isto é, o supremo bem, é a
…exibir mais conteúdo…
obriga-nos a questionar o princípio do altruísmo moral ( ou seja, a preocupação com os outros) * é arbitrário, pois divide o mundo em duas partes: o “eu” e os “outros”. A questão é : o que nos torna tão especiais? Não serão os interesses dos outros comparáveis aos nossos?

O UTILITARISMO

Ao contrário do egoísmo ético, o utilitarismo defende que a felicidade de todos é o mais importante. A felicidade de cada um (e de todas as pessoas) é igualmente importante.
Segundo Stuart Mill, o homem que busque o prazer espiritual é um homem que procura simultaneamente o bem-estar dos outros (altruísmo).
Quanto maior o desenvolvimento espiritual do homem maior é o seu sentimento de solidariedade (altruísmo).

---- A grande diferença entre o egoísmo ético e o utilitarismo de Stuart Mill é o facto de o egoísmo ético, ao contrário do utilitarismo, ser uma atitude egocêntrica. Quer isto dizer que se centra só na própria pessoa, ou seja, uma acão é moralmente correta se trouxer benefícios para essa pessoa independentemente de acarretar consequências negativas para as outras pessoas que a rodeiam. Preocupa-se só com a felicidade de uma pessoa e não na felicidade geral que é o caso do utilitarismo.

Relacionados

  • John stuart mill - economista
    6275 palavras | 26 páginas
  • Empirismo : método e principais pensadores
    1720 palavras | 7 páginas
  • resenha do livro PESQUISA EDUCACIONAL: quantidade e qualidade
    1171 palavras | 5 páginas
  • Raízes da psicologia
    5319 palavras | 22 páginas
  • Linha do tempo da psicologia
    1901 palavras | 8 páginas
  • Fichamento Justiça: O que é Fazer a Coisa Certa
    2309 palavras | 10 páginas
  • Resenha corazza
    1449 palavras | 6 páginas
  • AD1 de Piscologia e Educa o
    1343 palavras | 6 páginas